Carlo Grano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carlo Grano
Cardeal da Santa Igreja Romana
Núncio Apostólico da Itália
Atividade Eclesiástica
Diocese Diocese de Roma
Nomeação 15 de dezembro de 1958
Predecessor Dom Giuseppe Fietta
Sucessor Dom Egano Righi-Lambertini
Mandato 1958 - 1967
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 14 de junho de 1912
por Dom Giuseppe Ceppetelli
Nomeação episcopal 14 de dezembro de 1958
Ordenação episcopal 27 de dezembro de 1958
por Papa João XXIII
Nomeado arcebispo 14 de dezembro de 1958
Cardinalato
Criação 26 de junho de 1967
por Papa Paulo VI
Ordem Cardeal-presbítero
Título São Marcelo
Lema Copiosa messis e Grano umiliato
Dados pessoais
Nascimento Roma
14 de outubro de 1887
Morte Roma
2 de abril de 1976 (88 anos)
Nacionalidade Italiano
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo


Carlo Grano (14 de outubro de 1887 - 2 de abril de 1976 ) foi um cardeal italiano da Igreja Católica, criado pelo papa Paulo VI.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Carlo Grano estudou em Roma. Trabalhou na diocese de Roma e exerceu diversas funções no seio do pontificado. Grano foi nomeado arcebispo-titular da Tessalónia e enviado como núncio apostólico à Itália em 1958. Assistiu ao IIº concílio do Vaticano.

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa religiosa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.