Carlos, Duque de Calábria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos de Bourbon-Duas Sicílias
Infante de Espanha
Príncipe das Duas Sicílias
Duque de Calabria
Cônjuge Ana de Orléans
Descendência Cristina
María, Arquiduquesa da Áustria
Pedro, Duque da Calábria
Inés
Victoria
Casa Bourbon
Duas Sicílias
Nome completo
Carlos María Alfonso Marcelo de Borbón-Dos Sicilias y Borbón-Parma
Nascimento 16 de janeiro de 1938
  Lausana, Suíça
Morte 5 de outubro de 2015 (77 anos)
  Retuerta del Bullaque
Pai Afonso de Bourbon-Duas Sicílias
Mãe Alice de Bourbon-Parma
Brasão
Família real das Duas Sicílias
Família do Duque de Calábria
Coat of arms of the Kingdom of the Two Sicilies.svg
  • SAR o Duque de Calábria
    SAR a Duquesa de Calábria
    • SAR o Duque de Noto e Capua
    • SAR o príncipe Juan
    • SAR o príncipe Pablo
    • SAR o príncipe Pedro
    • SAR a princesa Sofia
    • SAR a princesa Blanca
    • SAR a princesa Maria

  • SAR a Duquesa Viúva de Calabria
    • SAR a princesa Cristina
    • SAI&R a arquiduquesa María da Áustria
    • SAR a princesa Inés
    • SAR a princesa Victoria
  • SAR a Duquesa de Salerno
  • SAR a Duquesa de Siracusa

Carlos de Espanha, Príncipe das Duas Sicílias, Duque da Calábria (Lausana, 16 de janeiro de 1938 - Retuerta del Bullaque, 5 de outubro de 2015[1]) foi um príncipe da dinastia dos Bourbon-Duas Sicílias, filho de Afonso de Bourbon-Duas Sicílias (1901-1964) e da princesa Alice de Bourbon-Parma (1917-2017).

O infante Carlos foi um dos demandantes ao título de duque de Calábria, sendo que o outro requerente é o príncipe Carlos de Bourbon-Duas Sicílias, Duque de Castro. Ele é também um dos dois reclamantes da dignidade de Chefe da Casa Real das Duas Sicílias; o outro reclamante é o príncipe Carlos, Duque de Castro.

Carlos foi feito Infante de Espanha pelo rei Juan Carlos da Espanha, através do Decreto Real 2412 de 16 de dezembro de 1994.[2] Se as renúncias pelas irmãs e tias do atual rei de Espanha continuam a ser válidas ao abrigo da ctual constituição, Carlos é também próximo na linha de sucessão ao trono espanhol, depois dos filhos e dos netos de Juan Carlos.

A sua família mudou-se para Espanha um ano após o seu nascimento. Em 1948 foi escolhido pelo infante Juan de Bourbon, Conde de Barcelona para entrar ao lado do então príncipe Juan Carlos, numa escola especial que o ditador Francisco Franco tinha preparado para o herdeiro da coroa.

Carlos vive em Madrid com a sua família. Ele possui propriedades agrárias em Toledo e em Ciudad Real, bem como participações em importantes empresas como Repsol e a Telefónica. Ele é o presidente do Conselho das Reais Ordens Militares de Santiago, Calatrava, Alcântara e Montesa. Ele também é Grão-Mestre da Hispano-napolitana, sucursal do Sagrado Constantiniano, e da Ordem Militar de São Jorge.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Carlos casou com a princesa Ana de Orléans (nascida em 1938), em 1965, a filha de Henrique, Conde de Paris e da princesa Isabel de Orléans e Bragança. Eles reuniram-se em Atenas, em 1962, no casamento do rei Juan Carlos da Espanha e da rainha Sofia de Espanha. Eles têm cinco filhos:

  • Cristina de Bourbon-Duas Sicílias (nascida em 1966 em Madrid), casou em 1994 na Ciudad Real com Pedro López-Quesada y Fernández Urrutia (1964-)
    • Victoria Lopez-Quesada y de Borbón-Dos Sicilias (1997-)
    • Pedro Lopez-Quesada y de Bórbon-Dos Sicilias (2003-)
  • Maria de Bourbon-Duas Sicílias (nascida em 1967 em Madrid), casou em 1996 em Ciudad Real com Simão, Arquiduque da Áustria (nasceu em 1958), um neto de Carlos I da Áustria.
    • João, arquiduque da Áustria (1997)
    • Ludwig, arquiduque da Áustria (1998)
    • Isabelle, arquiduquesa da Áustria (2000)
    • Carlota, arquiduquesa da Áustria (2003)
    • Filipe, arquiduque da Áustria (2007)
  • Pedro de Bourbon-Duas Sicílias, duque de Calábria (nasceu em 1968, em Madrid), casado com Sofia Landaluce y Melgarejo (nasceu em 1973), em 2001 na cidade de Madrid.
    • Jaime de Bourbon-Duas Sicílias, duque de Noto e Capua (1993)
    • Juan de Bourbon-Duas Sicílias (2003)
    • Pablo de Bourbon-Duas Sicílias (2004)
  • María Inés de Bourbon-Duas Sicílias (nascida em 1971 em Madrid), casou em 2001 em Toledo com o aristocrata napolitano Michele Carrelli Palombi dei Marchesi di Raiano (nascido em 1965)
    • Teresa Carrelli Palombi dei Marchesi di Raiano (2003)
    • Blanca Carrelli Palombi dei Marchesi di Raiano (2005)
  • Victoria de Bourbon-Duas Sicílias (nascida em 1976 em Madrid), casado com o armador grego Markos Nomikos (nasceu em 1965), em 2003.
    • Anastasios Nomikos (2005)
    • Ana Nomikos (2006)

Irmãs[editar | editar código-fonte]

Carlos tem duas irmãs:

  • Teresa de Bourbon-Duas Sicílias (nasceu em 1937), casada com Iñigo Moreno y de Arteaga, 12.º Marquês de Laula (nasceu em 1934), em 1961.
  • Inés Maria de Bourbon-Duas Sicílias (nasceu em 1940), casado com Luis Morales y Aguado (1933-2000) em 1965, mas divorciaram-se em 1978.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Brasão de armas original do príncipe Carlos, Príncipe das Duas Sicílias, Duque de Calabria.


  • Sua Alteza Real príncipe Carlos de Bourbon-Duas Sicílias (1938-1964)
  • Sua Alteza Real príncipe Carlos de Bourbon-Duas Sicílias, Duque de Calabria (1964-1994)
  • Sua Alteza Real infante Carlos de Espanha, o Príncipe das Duas Sicílias, Duque de Calabria (1994-2015)

O título oficial do príncipe Carlos foi o seguinte: Sua Alteza Real Don Carlos Maria Alfonso Marcel de Borbón-Dos Sicilias y de Borbón-Parma, Infante de Espanha, Príncipe das Duas Sicílias, Duque de Calabria.

Referências

  1. VERBO Eduardo (5 de Outubro de 2015). «Muere el infante Carlos de Borbón-Dos Sicilias, primo y amigo de Juan Carlos I». EL Mundo. Consultado em 7 de Outubro de 2015. 
  2. «Real Decreto 2412/1994» (em espanhol). Boe.es 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.