Carlos Aguiar Retes

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlos Aguiar Retes
Cardeal da Santa Igreja Romana
Arcebispo da Cidade do México
Hierarquia
Papa Francisco
Atividade Eclesiástica
Diocese Arquidiocese da Cidade do México
Nomeação 5 de fevereiro de 2009
Entrada solene 31 de março de 2009
Predecessor Dom Norberto Rivera Cardeal Carrera
Mandato 2017 -
Ordenação e nomeação
Ordenação presbiteral 22 de abril de 1973
Catedral de Tepic
Nomeação episcopal 28 de maio de 1997
Ordenação episcopal 29 de junho de 1997
por Dom Adolfo Antonio Cardeal Suárez Rivera
Nomeado arcebispo 5 de fevereiro de 2009
Cardinalato
Criação 19 de novembro de 2016
por Papa Francisco
Ordem Cardeal-presbítero
Título Santos Fabiano e Venâncio na Villa Fiorelli
Brasão
Coat of arms of Carlos Aguiar Retes.svg
Lema QUE TODOS SEAN UNO
Dados pessoais
Nascimento Tepic
9 de janeiro de 1950 (67 anos)
Nacionalidade mexicano
Funções exercidas - bispo de Texcoco (1997-2009)
Arcebispo de Tlalnepantla (2009-2017)
dados em catholic-hierarchy.org
Cardeais
Categoria:Hierarquia católica
Projeto Catolicismo

Dom Carlos Aguiar Retes (Tepic, 9 de janeiro de 1950) é um bispo católico, arcebispo da Cidade do México,e Primaz do México .

Biografia[editar | editar código-fonte]

De 1961 a 1969 cursou a faculdade de Filosofia no Seminário de Tepic e a faculdade de Teologia, primeiramente no Seminário de Montezuma nos Estados Unidos, de 1969 a 1972 e posteriormente no Seminário de Tula, Hidalgo, de 1972 a 1973.

Recebeu a ordenação presbiteral no dia 22 de abril de 1973 na Catedral de Tepic. De 1973 a 1974 foi vigário da Paróquia Santa Maria Goretti, depois foi enviado à Roma como aluno do Pontifício Colégio Latino-americano, neste período, de 1974 a 1977, obteve o Mestrado em Sagradas Escrituras no Pontifício Instituto Bíblico de Roma. Voltando ao México, de 1979 a 1991 foi reitor do Seminário de Tepic, durante o tempo em que foi reitor foi presidente da Organização dos Seminários Mexicanos, de 1986 até 1990.

Em 1991 retornou à Roma, onde no dia 7 de junho de 1996 obteve o Doutorado em Teologia Bíblica na Pontifícia Universidade Gregoriana. De 1992 a 1993 fez parte de uma equipe de biblistas que prepararam a Edição da Bíblia da América. Entre os anos de 1996 e 1997 foi professor de Sagradas Escrituras na Pontifícia Universidade do México, e reitor da Casa João XXIII para os sacerdotes da mesma universidade.

No dia 28 de maio de 1997, o Papa João Paulo II o nomeou como terceiro bispo de Texcoco.[1] No dia 29 de junho de 1997, foi ordenado bispo pelo Cardeal Adolfo Antonio Suárez Rivera, Dom Magín Camerino Torreblanca Reyes e de Dom Alfonso Humberto Robles Cota.

Aos 25 de maio de 2000 foi nomeado pela presidência do CELAM, como seu secretário-geral, para o período da presidência: 1999-2003. Ocupou o cargo, um ano depois do início da presidência, em substituição a Dom Felipe Arizmendi. No dia 15 de maio de 2003 foi nomeado primeiro vice-presidente do CELAM durante a 29ª Assembleia Ordinária realizada no Paraguai.

De 2004 a 2006 foi secretário-geral da Conferência Episcopal Mexicana. De 2007 a 2009 foi eleito Presidente da mesma conferência episcopal. No dia 8 de março de 2007 o Papa Bento XVI o nomeou membro do Pontifício Conselho para o Diálogo Inter-Religioso. De 2003 a 2007 foi presidente do observatório pastoral do CELAM.

Em maio de 2007 foi membro da Quinta Conferência Geral do Episcopado Latino-americano e Caribenho, na cidade de Aparecida do Norte, sendo que no dia 28 de maio de 2007 presidiu uma das missas da conferência no Santuário Nacional de Aparecida.

Durante a 31ª Assembleia Ordinária do CELAM foi nomeado Presidente do Departamento de Comunicação Eclesial e Diálogo, para o período de 2001 a 2007. No dia 5 de fevereiro de 2009 o Papa Bento XVI o nomeou arcebispo de Tlalnepantla, México.[2] Na Assembleia Plenária dos bispos mexicanos foi reeleito Presidente da Conferência Episcopal Mexicana para o período 2009 a 2012.

Durante a 33ª Assembleia Ordinária dos Bispos Latino-americanos, na cidade de Montevideo foi eleito Presidente do CELAM, no dia 18 de maio de 2011.

No dia 18 de setembro de 2012 foi nomeado pelo Papa Bento XVI como Padre Sinodal da 13ª Assembleia Geral Ordinária do Sínodo dos Bispos a se realizar no Vaticano de 7 a 28 de outubro de 2012.[3]

Ordenações episcopais[editar | editar código-fonte]

Dom Carlos presidiu a ordenação episcopal de:

  • Dom Luis Artemio Flores Calzada
  • Dom Víctor René Rodríguez Gómez

Dom Carlos foi concelebrante da ordenação episcopal de:

  • Dom Juan Manuel Mancilla Sánchez
Precedido por
Norberto Rivera Cardeal Carrera
Logo del APM.svg
Cardeal-arcebispo do México

2018 -
Sucedido por
'

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. [1], Rinuncia del Vescovo di Texcoco (Messico) e nomina del suo sucessore, 28.05.1997
  2. [2], Rinunce e Nomine, 05.02.2009
  3. [3], Rinunce e Nomine, 18.09.2012


Ícone de esboço Este artigo sobre Episcopado (bispos, arcebispos, cardeais) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.