Carlos Rebello de Andrade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Carlos Andrade)
Ir para: navegação, pesquisa

Carlos de la Rocque Rebelo de Andrade OSE (1887 - 1971) foi um arquiteto português, cuja obra foi fundamentalmente feita durante o Estado Novo.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Filho de Bento Rebelo de Andrade (c. 1860 - ?) e de sua mulher Maria Emília de la Rocque (c. 1870 - ?) , bisneta dum Francês.

Fonte Monumental (Fonte Luminosa); Alameda D. Afonso Henriques, Lisboa

A sua obra enquadra-se no estilo conservador dominante em Portugal na década de 1940, habitualmente denominado Português Suave.

Entre os seus projetos arquitetónicos, realizados em associação com seu irmão Guilherme Rebelo de Andrade, destacam-se: Fonte Luminosa, Alameda Dom Afonso Henriques (projetada em 1938; inaugurada em 1948); Museu Nacional de Arte Antiga, Lisboa (1940); moradia na Avenida Columbano Bordalo Pinheiro, n.º 52, Lisboa (Prémio Valmor 1939).[2] [3]

A 10 de Maio de 1929 foi feito Oficial da Ordem Militar de Sant'Iago da Espada.[4]

Referências

  1. André Cruz. «O Estádio Nacional e os novos paradigmas do culto». Consultado em 14 de Novembro de 2011. 
  2. Fernandes, José Manuel – Português Suave: Arquiteturas do Estado Novo. Lisboa: IPPAR, 2003, p. 94. ISBN 972-8736-26-6
  3. Câmara Municipal de Lisboa: 1939 – Prémio Valmor, acessado em 26 de março de 2008
  4. «Cidadãos Nacionais Agraciados com Ordens Portuguesas». Resultado da busca de "Carlos Rebelo de Andrade". Presidência da República Portuguesa. Consultado em 2016-04-16. 
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.