Carlos Bento da Silva

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos Bento da Silva, na sua única fotografia conhecida.

Carlos Bento da Silva (Lisboa, 21 de março de 18121891[1]) foi um administrador público, jornalista e político português, conselheiro de Estado, oficial da secretaria de Estado dos Negócios da Fazenda, e responsável por diversas pastas ministeriais, como a da Fazenda, das Obras Públicas, da Instrução Pública, da Marinha e dos Negócios Estrangeiros.

Referências

Precedido por
Marquês de Loulé
Ministro e Secretário de Estado das Obras Públicas, Comércio e Indústria
1857 — 1859
XXII Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
António Serpa
Precedido por
José Marcelino de Sá Vargas
Ministro e Secretário de Estado da Marinha e Ultramar
1860 — 1862
XXV Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
José da Silva Mendes Leal
Precedido por
João Crisóstomo
Ministro e Secretário de Estado das Obras Públicas, Comércio e Indústria
1865
XXVI Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
Conde de Castro
Precedido por
José Dias Ferreira
Ministro e Secretário de Estado da Fazenda
1868
XXIX Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
Sebastião Lopes de Calheiros e Meneses
(interino)
Precedido por
Sebastião Lopes de Calheiros e Meneses
(interino)
Ministro e Secretário de Estado da Fazenda
1868
XXIX Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
Sebastião Lopes de Calheiros e Meneses
(interino)
Precedido por
Conde de Ávila
Ministro e Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros
(interino)
1868
XXIX Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
Marquês de Sá da Bandeira
(interino)
Precedido por
Marquês de Sá da Bandeira
(interino)
Ministro e Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros
(interino)
1868
XXIX Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
Marquês de Sá da Bandeira
(interino)
Precedido por
Luís da Câmara Leme
(interino)
Ministro e Secretário de Estado das Obras Públicas, Comércio e Indústria
1870
XXXII Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
Marquês de Ávila
Precedido por
António Alves Martins
Ministro e Secretário de Estado do Reino
(interino)
1870
XXXII Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
António Alves Martins
Precedido por
António Alves Martins
(interino)
Ministro e Secretário de Estado da Instrução Pública
(interino)
1870
XXXII Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
António Alves Martins
(inicialmente interino)
Precedido por
Marquês de Ávila
Ministro e Secretário de Estado da Fazenda
(interino até 29 out. 1870)
1870 — 1871
XXXII e XXXIII Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
António Maria de Fontes Pereira de Melo
Precedido por
Marquês de Ávila
(interino)
Ministro e Secretário de Estado dos Negócios Estrangeiros
(interino)
1870
XXXII Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
Marquês de Ávila
Precedido por
Visconde de Chanceleiros
Ministro e Secretário de Estado das Obras Públicas, Comércio e Indústria
(interino)
1871
XXXIII Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
António Cardoso Avelino
Precedido por
António Serpa
Ministro e Secretário de Estado da Fazenda
1877
XXXV Governo da Monarquia Constitucional
Sucedido por
José de Melo Gouveia
(interino)
Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.