Carlos Canelhas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Carlos Canelhas foi um compositor português que nasceu em Cucujães, Oliveira de Azeméis em 10 de Setembro de 1927.

Foi autor de sucessos como «Ele e Ela», interpretado por Madalena Iglesias no festival da Eurovisão em 1966.

Actividade profissional predominante: quadro do Ministério da Saúde. Licenciado em História pela Universidade de Coimbra.

Autor da música (e por vezes letra) de mais de 100 canções, entre as décadas de 50 e 90 do séc. XX.

Intérpretes mais frequentes: Rui Mascarenhas, Simone de Oliveira, Madalena Iglésias e Artur Garcia.

Algumas colaborações de poetas e letristas: António Sousa Freitas, Jerónimo Bragança, António José, Maria Amália Ortiz da Fonseca, António Antão, Joaquim Pedro Gonçalves, Hernâni Correia, Rita Olivaes, Rosa Lobato Faria.

Canções com maior divulgação[editar | editar código-fonte]

Década de 1950:

  • Maria Helena - com Rui Mascarenhas
  • Mentirosa - idem
  • Não te mereço - idem
  • Sê feliz - idem

Década de 1960:

  • Sonha - com Madalena Iglésias
  • Ele e Ela - idem
  • Canção para um Poeta - idem
  • Ontem e Hoje - com Simone de Oliveira
  • Olhos nos Olhos - idem
  • Sensatez - idem
  • Porta Secreta - com Artur Garcia
  • A dança do Mundo - idem
  • Noiva do Mar - com Alice Amaro
  • Mil vezes obrigado - com Gina Maria
  • Menina Descalça - com Maria da Glória

Década de 1970:

  • Andam bairros de mãos dadas - com Lídia Ribeiro
  • Menina de Luto - com Minipop

Década de 1980:

  • Lisboa Minha e Tua - com Alexandra
  • Filho, Xaile do meu Peito - com Maranata

Década de 1990:

  • Pássaro Ferido - com Paulo Alexandre
  • Praia sem Marés - com Isabel Campelo

Prémios e outras distinções[editar | editar código-fonte]

  • 1º prémio no I Concurso da Canção Infantil
  • Dois 1ºs prémios e três prémios secundários em diversas edições do Festival da Figueira da Foz
  • 1º prémio e 2º prémio numa edição do Festival da Costa Verde (Espinho)
  • Dois 1ºs prémios nas edições de 1964 a 1966 do Festival Hispano-Português (Aranda de Duero)
  • 1º prémio na edição de 1966 do Festival RTP da Canção ("Ele e Ela" - 9º lugar na Eurovisão)
  • Participações seleccionadas nas edições de 1971 e 1972 do Festival do Minho - Canção do Mundo Celta (hispano-português)
  • 1º prémio na Grande Marcha de Lisboa de 1972
  • 1º prémio e 2º prémio na edição do Festival da Canção de Lisboa realizada no Castelo de S. Jorge
  • 12 participações seleccionadas em diversas edições do Festival RTP da Canção
  • Medalha de honra comemorativa dos 80 anos da Sociedade Portuguesa de Autores, atribuída em 2005.

Morte[editar | editar código-fonte]

Faleceu a 18 de Julho de 2009 com 81 anos, em Lisboa.[1]. Era irmão de Justiniano Canelhas.

Referências


Ícone de esboço Este artigo sobre música é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.