Carlos Dafé

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlos Dafé
Informação geral
Nome completo José Carlos de Sousa Dafé
Nascimento 25 de outubro de 1947 (70 anos)
Local de nascimento Rio de Janeiro, RJ
Brasil
Gênero(s) Soul
Ocupação(ões) Cantor, compositor e instrumentista
Período em atividade 1967 - atualmente
Gravadora(s) WEA, Som Livre, RCA, Acorde, Atração Fonográfica
Afiliação(ões) Dom Salvador e Abolição, Tim Maia

Carlos Dafé é um Cantor, compositor e instrumentista de Soul.[1] Seu maior sucesso foi o samba-soul "Pra que Vou Recordar o que Chorei", faixa do álbum Pra que Vou Recordar, de 1977, lançado pela WEA. Recebeu de Nelson Motta o apelido de "Príncipe do Soul".[2]

Discografia[editar | editar código-fonte]

Discografia dada pelo Discogs.[3]

Estúdio[editar | editar código-fonte]

  • 1977 - Pra que Vou Recordar (WEA)
  • 1978 - Venha Matar Saudades (WEA)
  • 1979 - Malandro Dengoso (WEA)
  • 1983 - De Repente {RCA)
  • 1985 - O Trem Da Gente (Acorde)
  • 2016 - Bem-vindo Ao Baile (Atração Fonográfica)

Referências

  1. «Biografia no Cravo Albin». dicionariompb.com.br. Consultado em 9 de março de 2014 
  2. Silvio Essinger (22 de outubro de 2012). «Sucesso na década de 1970, o cantor Carlos Dafé volta à cena». O Globo 
  3. «Carlos Dafé Discography». Discogs. N.d. Consultado em 1 de junho de 2017 
Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.