Carlos Fávaro

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos Henrique Fávaro
Foto oficial de Fávaro como Senador
Senador por Mato Grosso
Período 17 de abril de 2020
até atualidade
Vice-governador de Mato Grosso
Período 1º de janeiro de 2015
até 5 de abril de 2018
Governador Pedro Taques
Antecessor Chico Daltro
Sucessor Otaviano Pivetta
Dados pessoais
Nascimento 18 de outubro de 1969 (51 anos)
Bela Vista do Paraíso, PR
Cônjuge Claudinéia Vendramini
Partido PP (2009-2015)
PSD (2015-presente)
Profissão Agropecuário

Carlos Henrique Baqueta Fávaro (Bela Vista do Paraíso, 18 de outubro de 1969) é um agropecuarista e político brasileiro. Em abril de 2018 renunciou ao cargo de vice-governador do estado de Mato Grosso.[1] Atualmente exerce o cargo de senador por Mato Grosso por determinação da justiça eleitoral do estado.

Ingressou na vida política após anos de trabalho no agronegócio, onde tornou-se vice-presidente da da Associação dos Produtores de Soja do BRASIL (Aprosoja Brasil), em 2010 e presidente Aprosoja-MT (2012-2014). Presidiu a Cooperativa Agroindustrial dos Produtores de Lucas do Rio Verde (Cooperbio Verde), exercendo o cargo de 2007 até 2011. Foi Delegado da Associação dos Produtores de Soja e Milho do Estado de Mato Grosso (Aprosoja).[2]

Na eleição de 2014, então filiado ao Partido Progressista (PP), foi eleito vice-governador do estado no primeiro turno, na chapa encabeçada por Pedro Taques, recebendo 57,25% dos votos.[3]

Nas eleições de 2018, disputou uma das vagas ao Senado. Recebeu 15,80% ficando na terceira colocação, derrotado por Selma Arruda (PSL) e Jayme Campos (DEM). Em abril de 2020, após a cassação do mandato da senadora Selma Arruda pelo TSE, tomou posse do mandato como Senador da República substituto até o resultado da eleição suplementar convocada pelo TRE-MT.[4] Eleições que Fávaro é candidato.[5]

Referências

  1. «Vice-governador de Mato Grosso anuncia renúncia do cargo». 5 de abril de 2018. Consultado em 5 de abril de 2018 
  2. «Biografia Carlos Fávaro». Consultado em 28 de dezembro de 2015 
  3. «Resultado das eleições 2014 no Mato Grosso». G1. 5 de outubro de 2014. Consultado em 28 de dezembro de 2015 
  4. «Carlos Fávaro assume vaga no Senado por MT após cassação de Selma Arruda». G1. 17 de abril de 2020. Consultado em 17 de abril de 2020 
  5. Fernanda Vivas; Mariana Oliveira; Rosanne D'Agostino (17 de março de 2020). «TSE adia eleição para escolha do senador substituto de Selma Arruda em Mato Grosso». G1. Consultado em 13 de abril de 2020