Carlos Gainete Filho

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book.svg
Este artigo ou secção não cita fontes confiáveis e independentes (desde dezembro de 2009). Ajude a inserir referências.
O conteúdo não verificável pode ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Gainete
Informações pessoais
Nome completo Carlos Gainete Filho
Data de nasc. 15 de novembro de 1940 (78 anos)
Local de nasc. Florianópolis, SC, Brasil Brasil
Informações profissionais
Posição Treinador (ex-Goleiro)
Clubes profissionais
Anos Clubes Jogos (golos)

1960
19621964
1965
19661972
1972–1974
1974
Brasil Paula Ramos
Brasil Guarany de Bagé
Brasil Internacional
Brasil Vasco da Gama
Brasil Internacional
Brasil Atlético Paranaense
Brasil Atlético de Carazinho
Times/Equipas que treinou

19771978
19851986
1986–1987
1987
1988
1988–1989
1990
1993
2006
2006
Brasil Bahia
Brasil Internacional
Brasil Vitória
Brasil Guarani
Arábia Saudita
Brasil Internacional
Brasil Goiás
Brasil Vitória
Brasil Londrina
Brasil Paranavaí
Brasil Guarani

Carlos Gainete Filho (Florianópolis, 15 de novembro de 1940) é um ex-futebolista e treinador brasileiro.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Atuando como goleiro, Gainete iniciou a carreira no Paula Ramos. No começo da década de 1960, transferiu-se para o Guarani de Bagé, indo, em 1962, para o Internacional. Permaneceu no clube até 1964, quando, no ano seguinte, atuou no Vasco da Gama, clube pelo qual sagrou-se campeão da Taça Guanabara.

Em 1966, retornou ao Internacional, onde jogou até 1972. Em 1970, tornou-se recordista nacional ao permanecer durante 1202 minutos sem sofrer gol. Pelo Internacional, Gainete foi tricampeão gaúcho.

Entre 1972 e 1974, jogou no Atlético Paranaense, retornando ao Rio Grande do Sul em agosto de 1974, onde disputou o Campeonato Gaúcho pelo Atlético de Carazinho. Formou-se em Economia e Educação Física.

Após encerrar a carreira de futebolista, Gainete exerceu a profissão de treinador de futebol. Como técnico, suas maiores conquistas foram o Campeonato Baiano de 1985 e 1990, pelo Vitória, e o Campeonato Goiano de 1990, dirigindo o Goiás. Foi também vice-campeão do Campeonato Brasileiro de 1986 pelo Guarani de Campinas.

Títulos[editar | editar código-fonte]

Como futebolista[editar | editar código-fonte]

Internacional

Como treinador[editar | editar código-fonte]

Vitória
Goiás
Precedido por
Luciano Abreu
Técnico do Vitória
1985-1986
Sucedido por
Fito Neves
Precedido por
André Catimba
Técnico do Vitória
1990
Sucedido por
Enaldo Rodrigues
Bandeira de BrasilSoccer icon Este artigo sobre um futebolista brasileiro é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.