Carlos Gomes de Oliveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos Gomes de Oliveira
Nascimento 12 de outubro de 1894
Joinville
Morte 15 de agosto de 1997 (102 anos)
Cidadania Brasil
Ocupação político

Carlos Gomes de Oliveira (Joinville, 12 de outubro de 189415 de agosto de 1997) foi um advogado, jornalista e político brasileiro.

Foi bacharel em direito pela Faculdade de Direito de São Paulo, em 1918.

Fundou em 1920, junto com Plácido Gomes, O Correio de Joinville.[1]

Vida pessoal[editar | editar código-fonte]

Foi casado com Sara Gomes de Oliveira e teve três filhos.[1]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Iniciou sua carreira política ao promover a campanha da Reação Republicana, entre 1921-1922, contra a eleição à presidência de Artur Bernardes e apoiando Nilo Peçanha. Carlos Gomes de Oliveira apoiou em seu jornal a Revolta dos 18 do Forte de Copacabana, que deu início às revoltas tenentistas da década de 1920. Em decorrência do apoio à revolta, ele foi preso junto com Plácido Gomes e passou 2 semanas detido no quartel-general da Polícia Federal, no Distrito Federal.[1]

Foi deputado à Assembleia Legislativa de Santa Catarina na 13ª legislatura (1928 — 1930).Teve participação na elaboração da quinta Constituição do estado em 1928.[1]

Em 1929 ele se aliou com políticos que apoiavam a Aliança Liberal e junto com eles fundou e liderou a Dissidência Municipal.[1]

Em 1930 foi nomeado membro do Conselho Consultivo de Joinville, cargo que ocupou durante um ano. Apresentou diversos projetos para a melhoria do ensino municipal e do serviço de águas.[1]

Em 1933 foi eleito deputado à Assembléia Nacional Constituinte pelo Partido Liberal Catarinense, participou das atividades encarregadas e teve seu mandato prorrogado até 1935.[1]

Foi deputado federal, de 1934 a 1937, e senador nas 39ª (1951 a 1955) e 40ª legislaturas (1955 a 1959).

Presidente do senado, conduziu em 31 de janeiro de 1955 a cerimônia de posse do presidente Juscelino Kubitschek e seu vice, João Goulart.

Referências

  1. a b c d e f g Brasil, CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação História Contemporânea do. «OLIVEIRA, CARLOS GOMES DE | CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil». CPDOC - Centro de Pesquisa e Documentação de História Contemporânea do Brasil. Consultado em 1 de outubro de 2018 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Piazza, Walter: Dicionário Político Catarinense. Florianópolis: Assembleia Legislativa do Estado de Santa Catarina, 1985.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Precedido por
Vítor Konder
Logo academia.gif ACL - cadeira 8
Sucedido por
Polidoro Ernani de São Tiago


Ícone de esboço Este artigo sobre políticos ou política de Santa Catarina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.