Carlos J. Pessoa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Carlos J. Pessoa é um encenador e dramaturgo português.

Nasceu em Lisboa, em 1966. Tem o Curso de Formação de Actores da Escola Superior de Teatro e Cinema (ESTC) e a Licenciatura em Teatro e Educação pela mesma escola, onde é professor. Foi Director do Departamento de Teatro da ESTC entre 2004 e 2010 e Presidente da mesma instituição em 2011.

É co-fundador e Director Artístico do Teatro da Garagem. Desde 1989, escreveu e encenou a quase totalidade das peças que a companhia tem apresentado. Tem publicadas as peças Cidade de Fausto, Café Magnético, Pentateuco-Manual de Sobrevivência para o Ano 2000 (ciclo de 5 peças), A portageira da Brisa, 7 Crónicas de Natal para um autógrafo, Ácido, À procura de Júlio César, Rosa da Mouraria, Mágoa, A Morte de Danton na Garagem e Comédia em 3 Actos.

Em 1992 recebeu uma Menção Honrosa do prémio Madalena de Azeredo Perdigão, pela encenação de A Cidade de Fausto; em 1993 recebeu o prémio Texto de Teatro do Teatro na Década do Clube Português de Artes e Ideias, pela peça Café Magnético; em 2000 foi-lhe atribuído o Prémio CyberKyoske99 – Género Drama, pela peça Desertos - evento didáctico seguido de um poema grátis; em 2003 recebeu uma Menção Especial, pelo o espectáculo Circo, pela Associação Portuguesa de Críticos de Teatro; em 2009 foi-lhe atribuído o Prémio Melhor Texto Original Português do Guia dos Teatros pelo texto On the Road, ou a hora do arco-íris.