Carlos José

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos José
Informação geral
Nome completo Carlos José Ramos dos Santos
Nascimento 22 de setembro de 1934
Local de nascimento São Paulo, SP
Brasil
Morte 9 de maio de 2020 (85 anos)
Local de morte Rio de Janeiro, RJ
Gênero(s) seresta
Ocupação(ões) cantor
Outras ocupações advogado, radialista

Carlos José Ramos dos Santos (São Paulo, 22 de setembro de 1934 - Rio de Janeiro, 9 de maio de 2020), mais conhecido como Carlos José, foi um cantor e seresteiro brasileiro.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Paulistano, Carlos José mudou-se para o Rio de Janeiro em 1939. Ingressou na Faculdade de Direito, onde organizou um grupo de teatro e música que revelou, entre outros, Geraldo Vandré e Silvinha Telles.[2]

Estreou profissionalmente em 1957, no programa "Um instante, maestro", de Flávio Cavalcanti. No mesmo ano, gravou seu primeiro disco em 78 rpm que lhe rendeu o título de Cantor Revelação do Ano por cronistas do Rio de Janeiro. Com o sucesso, abandonou a carreira de advogado. Emplacou sucessos nas rádios do país, como "Esmeralda", "Guarânia da saudade" e "Lembrança".[2]

Morreu vítima da COVID-19, no Rio de Janeiro.[3]

Referências

  1. «Carlos José». dicionariompb.com.br. Consultado em 28 de dezembro de 2014 
  2. a b Ferraro, Manuela (9 de maio de 2020). «Morre Carlos José, cantor romântico de sucesso nos anos 60 e 70». Folha de S.Paulo. Consultado em 9 de maio de 2020 
  3. «Morre o cantor Carlos José, aos 85 anos, vítima da Covid-19». O Globo. 9 de maio de 2020. Consultado em 9 de maio de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]