Carlos Moedas

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos Moedas
Carlos Manuel Félix Moedas
Carlos Moedas
Político de  Portugal
Período XIX Governo Constitucional
21 de junho de 2011 a 10 de setembro de 2014
Antecessor(a) José Almeida Ribeiro
Deputado à Assembleia da República
Período na XII Legislatura
  • De 20 de junho de 2011 a (suspenso)[1]
Comissário Europeu
para a Investigação, Inovação e Ciência
Período Comissão Juncker
  • De 1 de novembro de 2014 - atualidade
Dados pessoais
Nascimento 10 de agosto de 1970 (47 anos)
Beja, Alentejo
Partido PSD
Profissão Engenheiro civil

Carlos Manuel Félix Moedas (Beja, 10 de agosto de 1970) é um engenheiro civil, economista e político português. Foi Secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro no XIX Governo Constitucional entre 2011 e 2014.

Em setembro de 2014, o Presidente da Comissão Europeia, Jean-Claude Juncker, atribuiu a Carlos Moedas a pasta da Investigação, Ciência e Inovação, ficando assim o comissário português responsável pelo maior programa-quadro de sempre de investigação e inovação da UE, o Horizonte 2020. O orçamento deste programa tem um valor de 80 mil milhões de euros (2014-2020).

Biografia[editar | editar código-fonte]

Pessoal[editar | editar código-fonte]

Filho mais novo de José "Zé" Moedas, um Comunista convicto e bem respeitado na terra, co-fundador do jornal Diário do Alentejo, e de uma educadora de infância, Carlos Moedas nunca partilhou da ideologia política do seu pai. Passou a infância e adolescência em Beja.[2]

Aos 18 anos foi estudar para Lisboa, matriculando-se em Engenharia Civil, obtendo assim a sua licenciatura pelo Instituto Superior Técnico (Universidade Técnica de Lisboa), em 1993.

Durante o curso candidatou-se ao Programa Erasmus e foi fazer o último ano na École Nationale des Ponts et Chaussées em Paris.

Posteriormente realizou um MBA na Harvard Business School, em 2000.

Moedas casou-se em 2000 com Céline Dora Judith Abecassis,[3] Francesa e Judia Sefardita, docente universitária e mãe dos seus três filhos.

Carreira Profissional[editar | editar código-fonte]

Depois dos estudos foi gestor de projetos para o grupo Suez Lyonnaise des Eaux entre 1993 e 1998. Tem um MBA feito em 2000 na Harvard Business School. Trabalhou em Londres no banco de investimento Goldman Sachs, na área de fusões e aquisições, e esteve na Deutsche Bank para montar a Eurohypo Investment Bank.

De regresso a Portugal, em Agosto de 2004, dirigiu a consultora imobiliária Aguirre Newman Cosmopolita, foi administrador delegado até Novembro de 2008, altura em que cria a empresa de gestão de investimentos « Crimson Investment Management ».[4]

Política[editar | editar código-fonte]

Dr. Carlos Moedas

Foi coordenador do sector económico do Gabinete de Estudos do PSD. Carlos Moedas fez parte da equipa social-democrata que negociou com o PS a aprovação do Orçamento do Estado para 2011 juntamente com Eduardo Catroga. Candidato e cabeça de lista por Beja nas legislativas de 5 de junho de 2011, foi eleito deputado à Assembleia da República, passando o PSD a ter um deputado por aquele distrito pela primeira vez desde 1995.[5]

A 21 de junho de 2011 foi-lhe conferida a posse como Secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro do XIX Governo Constitucional. Tem assento no Conselho de Ministros.

Foi representante do governo no âmbito da negociação e coordenação do programa de ajustamento económico e financeiro.[6]

A 1 de agosto de 2014, o primeiro-ministro de Portugal, Pedro Passos Coelho, escolheu Carlos Moedas como representante de Portugal na Comissão Europeia.[7] Foi exonerado do cargo de Secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro a 10 de setembro de 2014.[8]

Em 1 de Novembro de 2014 tomou posse na Comissão Juncker como Comissário da União Europeia para a Investigação, Ciência e Inovação.[9]

Publicações[editar | editar código-fonte]

Condecorações[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Devido à função de Secretário de Estado do XIX Governo Constitucional, o mandato de deputado eleito fica suspenso enquanto desempenhar o cargo.
  2. Política - Quem é Carlos Moedas? in Jornal Expresso, 01-08-2014.
  3. [https://www.clsbe.lisboa.ucp.pt/pt-pt/pessoa/celine-abecassis-moedas Celine Abecassis-Moedas - Professora Associada da Católica-Lisbon Business & Economics]
  4. «Perfil de Carlos Moedas, o novo adjunto de Passos Coelho - Oje». Oje - O Jornal Económico. 2011 [last update]. Consultado em 21 de junho de 2011.  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  5. «Novo Governo: Carlos Moedas, da blogosfera para o Governo». TVI24. 2011 [last update]. Consultado em 21 de junho de 2011.  Verifique data em: |ano= (ajuda)
  6. «Currículo Oficial de Carlos Moedas». Governo de Portugal. Consultado em 5 de agosto de 2014. 
  7. «Passos escolhe Carlos Moedas para comissário europeu. Maria Luís não sai». 1 de agosto de 2014. Consultado em 1 de agosto de 2014. 
  8. «Presidente da República exonerou Secretário de Estado Adjunto do Primeiro-Ministro». 10 de setembro de 2014. Consultado em 28 de setembro de 2014. 
  9. Moedas ganha pasta da Investigação, Inovação e Ciência in Rádio Renascença, 10-09-2014.
  10. University College Cork, "EU Commissioner honoured by UCC", 4 de novembro 2016

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.