Carlos Moisés

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde outubro de 2018). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carlos Moisés
Carlos Moisés
31.º Governador de Santa Catarina
Período 1 de janeiro de 2019 a atualidade
Vice-governadora Daniela Reinehr
Antecessor Eduardo Pinho Moreira
Dados pessoais
Nome completo Carlos Moisés da Silva
Nascimento 17 de agosto de 1967 (52 anos)
Florianópolis, Santa Catarina
Nacionalidade brasileiro
Alma mater UNISUL
Esposa Kesia Martins da Silva
Filhos Sarah Martins da Silva
Raissa Martins da Silva
Partido PSL (2018-presente)
Religião Catolicismo
Profissão Bombeiro militar
Serviço militar
Lealdade Corpo de Bombeiros Militar de Santa Catarina
Anos de serviço 1987-2016
Graduação Coronel.PNG Coronel

Carlos Moisés da Silva (Florianópolis, 17 de agosto de 1967),[1] mais conhecido como Comandante Moisés, é um advogado, bombeiro militar e político brasileiro, filiado ao PSL e atual Governador de Santa Catarina.

Em 2018 candidatou-se ao cargo de governador de Santa Catarina, alcançando 29,72% dos votos válidos (1.071.406 votos) no primeiro turno, ficando em segundo lugar em uma disputa com Gelson Merisio, do PSD, que ficou em primeiro com 1.121.869 votos (31,12% dos válidos), e Mauro Mariani do MDB, que ficou em terceiro lugar e fora do segundo turno,[2] sendo eleito governador de Santa Catarina no segundo turno.[3]

Carreira política[editar | editar código-fonte]

Com mais de 30 anos no Corpo de Bombeiros, filiou-se ao PSL em 2018, onde foi inicialmente tesoureiro do partido, sendo candidato ao governo de Santa Catarina[4], tendo como candidata à vice-governadora a advogada Daniela Reinehr, também do PSL. Na primeira pesquisa do Instituto Brasileiro de Opinião Pública e Estatística (IBOPE), registrou 1% das intenções de voto, atrás de Décio Lima (PT), Mauro Mariani (MDB), Gelson Merisio (PSD), Ângelo Castro (PCO), Ingrid Assis (PSTU) e Rogério Portanova (REDE).[5] Como candidato, registrou 12% dos votos válidos na última pesquisa do IBOPE, atrás de Mauro Mariani, Gelson Merisio e Décio Lima, que obteram 31%, 29% e 23%, respectivamente.[6]

No dia 7 de outubro de 2018 foi realizado o primeiro turno das eleições gerais no Brasil, e o Comandante Moisés alcançou a marca de 29,72% dos votos válidos contra 31,12% de Gelson Merisio e 23,21% de Mauro Mariani, indo ao segundo turno pelo governo de Santa Catarina.

No dia 28 de outubro de 2018 Moisés venceu o candidato Gelson Merísio, obtendo 71,09% (2.644.179) dos votos válidos, elegendo-se governador do Estado de Santa Catarina.

É bacharel em Direito pela UNISUL, onde também concluiu um mestrado em Direito Constitucional.

Desempenho em eleições[editar | editar código-fonte]

Ano Turno Candidato Candidato(a) a Vice Coligação Votos % Resultado
2018 Comandante Moisés (PSL) Daniela Reinehr (PSL) sem coligação 1 071 406 29,72 2º Lugar
2018 Comandante Moisés (PSL) Daniela Reinehr (PSL) sem coligação 2 644 179 71,09 Eleito

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um político é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.