Carlos Pareta

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos Pareta
Fotografia de Carlos Pareta y Padrós retocada pelo artista plástico Ismael Tosta Garcia.
Nascimento 24 de junho de 1836
Torroella de Montgrí
Morte 9 de março de 1904 (67 anos)
Porto Alegre
Cidadania Brasil
Fotografia - Carlos Pareta y Padrós
Carlos Pareta y Padrós - Biblioteca da SEAK/RS

Carles Pareta i Padrós (Torroella de Montgrí, 24 de junho de 1836Porto Alegre, 9 de março de 1904) foi um dos cinco membros fundadores do Espiritismo no Rio Grande do Sul.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nasceu na Catalunha, filho de Maria Padrós e Esteve Pareta. Quando a sua mãe morreu em 1870, embarcou para Havana (Cuba), permanecendo lá até 1876, quando foi morar em Filadélfia nos Estados Unidos da América.

Já em 1882 viajou para Montevidéu (Uruguai) para visitar o seu tio Mateus Pareta, quando conheceu o Brasil. Em 1884 instalou-se no Brasil, onde abriu um restaurante e mais tarde um hotel, localizados na rua Vigário José Inácio, no centro de Porto Alegre.

Casou-se com a brasileira Leopoldina da Fonseca Barandas em 1888. Naturalizou-se brasileiro e tornou-se membro do Partido Republicano Rio-Grandense (PRR).

Era membro ativo da Maçonaria e da Sociedade Espírita Allan Kardec.

Em 13 de julho de 1894, reuniu-se com Joaquim Xavier Carneiro, Mercedes Ferrari, Carlos Ferrari e Olavo Ferreira e fundaram o Grupo Espírita Allan Kardec que, mais tarde, seria a Sociedade Espírita Allan Kardec (SEAK).

Carlos Pareta foi assassinado no dia 9 de março de 1904 e o seu algoz foi condenado a cumprir pena de 30 anos, tendo cumprido 20 anos e sendo libertado. O motivo do assassinato não foi devidamente esclarecido.

Ainda nos dias de hoje está em pleno funcionamento a “Caixa Carlos Pareta”, que arrecada alimentos não perecíveis todos os meses e distribui aos menos afortunados.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Flores, Moacir. Dicionário de História do Brasil. 3ª ed. Porto Alegre: EDIPUCRS, 2004 - ISBN 9788574302096;
  • Miranda, Rosemerie Assis de. Sociedade Espírita Allan Kardec: 120 anos de memórias. 1ª ed. 2015 - Porto Alegre, RS: Calábria Artes Gráficas;
  • Fernandes, Whashington Luiz Nogueira. A história viva do Espiritismo. 1ª ed. set. 2011 - São Paulo, SP: CCDPE-ECM. 384 p. - ISBN 9788564907010;
  • Revista Brasileira de História das Religiões. ANPUH, Ano II, n. 4, Mai. 2009 - ISSN 1983-2850 – http://www.dhi.uem.br/gtreligiao/pdf3/texto7.pdf;
  • Jornais “A Luz de Damasco” – edições 432, 693 e “O Independente” – março de 1904;
  • Processo N648M33 – Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul;
  • Testamento N2681M76E6/1904 – Arquivo Público do Estado do Rio Grande do Sul;
  • Biblioteca da Sociedade Espírita Allan Kardec.