Carlos Ruiz Zafón

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
NoFonti.svg
Esta biografia de uma pessoa viva cita fontes confiáveis e independentes, mas elas não cobrem todo o texto. (desde março de 2018) Ajude a melhorar esta biografia providenciando mais fontes confiáveis e independentes. Material controverso sobre pessoas vivas sem apoio de fontes confiáveis e verificáveis deve ser imediatamente removido, especialmente se for de natureza difamatória.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Carlos Ruiz Zafón
Carlos Ruiz Zafón em 2008
Nascimento 25 de setembro de 1964 (53 anos)
Barcelona, Catalunha
Nacionalidade Espanha Espanhol
Prémios Correntes d'Escritas (2006)
Magnum opus A Sombra do Vento

Carlos Ruiz Zafón (Barcelona, 25 de Setembro de 1964) é um escritor espanhol que tem vivido em Los Angeles desde 1993, onde ele passou alguns anos escrevendo roteiros enquanto desenvolvia sua carreira como escritor.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Em 1993 ganhou o prêmio Edebé de literatura com seu primeiro romance, O Príncipe da Névoa, que vendeu mais de 150 mil exemplares na Espanha e foi traduzido em vários idiomas.[carece de fontes?]

Nos últimos anos transformou-se numa das maiores revelações literárias com A Sombra do Vento, que foi traduzido em mais de 30 idiomas e publicado em cerca de 45 países, e foi finalista dos prêmios literários espanhóis Fernando Lara 2001 e Llibreter 2002. Em Portugal, essa obra foi premiada com as Correntes d'Escritas, do ano de 2006. Estes números, colocam Ruiz Zafon como o mais bem sucedido escritor contemporâneo espanhol, junto com Javier Sierra, cujos trabalhos foram publicados em quarenta e dois países, e Juan Gómez-Jurado, cujos trabalhos foram publicados em quarenta e um países.[carece de fontes?]

Seu romance O Jogo do Anjo, escrito em 2008, teve mais de um milhão de exemplares vendidos na Espanha. Estes números, colocam Ruiz Zafon como o mais bem sucedido escritor contemporâneo espanhol, junto com Javier Sierra, cujos trabalhos foram publicados em quarenta e dois países, e Juan Gómez-Jurado, cujos trabalhos foram publicados em quarenta e um países.[carece de fontes?]

O autor vive atualmente em Los Angeles, onde escreve roteiros para o cinema e trabalha em um novo romance. Zafón colabora também nos jornais espanhóis La Vanguardia e El País.

O livro A Sombra do Vento já ultrapassou a marca dos 10 milhões de exemplares vendidos em todo o mundo desde o seu lançamento, em 2001.[1]

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Trilogia da Névoa (Juvenil)[editar | editar código-fonte]

  • El príncipe de la niebla (1993) O Príncipe da Névoa
  • El palacio de la medianoche (1994) O Palácio da Meia-Noite
  • Las luces de septiembre (1995) As luzes de Setembro

No Brasil todos pela Suma de Letras em 2013.[2]

Relacionado[editar | editar código-fonte]

  • Marina (1999)

Série Cemitério dos livros esquecidos (Adulta)[editar | editar código-fonte]

  • La sombra del viento (2001) A Sombra do Vento
  • El juego del ángel (2008) O Jogo do Anjo
  • El prisionero del cielo (2011) O Prisioneiro do Céu
  • El laberinto de los espíritus (2016) O Labirinto dos Espíritos

Pode ser lida por qualquer ordem mantendo, mesmo assim, um entendimento claro da obra.

No Brasil todos pela Suma de Letras em 2017.[2]

Contos[editar | editar código-fonte]

  • Rosa de fogo (2012)
  • Two-Minute Apocalypse (2015)

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carlos Ruiz Zafón
Wikiquote
O Wikiquote possui citações de ou sobre: Carlos Ruiz Zafón
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.