Carlos Soler

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carlos Soler
Informações pessoais
Nome completo Carlos Soler Barragán
Data de nasc. 2 de janeiro de 1997 (22 anos)
Local de nasc. Valência, Espanha
Nacionalidade espanhol
Altura 1,83 m
Destro
Informações profissionais
Clube atual Valencia
Número 8
Posição Meia
Clubes de juventude
2005–2015 Valencia
Clubes profissionais2
Anos Clubes Jogos e gol(o)s
2015–2016
2016–
Valencia B
Valencia
0039 000(3)
0107 000(6)
Seleção nacional3
2016
2017–
Espanha Sub-19
Espanha Sub-21
0003 000(0)
0016 000(4)


2 Partidas e gols totais pelo
clube, atualizados até 24 de abril de 2019.
3 Partidas e gols da seleção nacional estão atualizados
até 25 de março de 2019.

Carlos Soler Barragán (Valência, 2 de Janeiro de 1997), é um futebolista espanhol que joga como no meio-Campo da Valencia Club de Fútbol da Liga Santander de Espanha, internacional Sub-19.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Início[editar | editar código-fonte]

Começou a brincar na escola de futebol de base de Bonrepòs i Mirambell até que, em 2005, com 7 anos, ingressou na academia do Valencia Club de Fútbol, onde marcou mais de 500 gols jogando de atacante até que os técnicos Foram atrasando a sua posição. Foi Rubén Mora, técnico do juvenil b na temporada 2013/14, quem lhe colocou de organizador, e posteriormente Rubén Baraja, técnico do juvenil a na temporada 2014/15, lhe colocou no mediocentro defensivo.

Em Maio de 2015, estreou com o primeiro filial, o Valencia Mestalla de Curro Torres, com 18 anos. A temporada 2015/16 já foi uma peça fundamental no primeiro filial valencianista, embora participou activamente na UEFA Youth League com a equipe juvenil a de Miguel Ángel Angulo, marcando mesmo 3 golos em 8 jogos. No final da temporada foi convocado sem estrear com o primeiro computador, e chegou a fazer a pré-temporada de 2016 com o Valencia, mas continuou como jogador do filial.

Valencia[editar | editar código-fonte]

Em 17 de março de 2016, entrou na convocação do Valencia CF pelo técnico Gary Neville para o encontro de volta dos oitavos de final da UEFA Europa League em Mestalla perante o Athletic Club, mas não gostou de minutos. O mesmo aconteceu na última jornada da Liga contra a Real Sociedad na qual foi convocado mas não chegou a estrear.

No verão de 2016 sim gostou de minutos nos amistosos que disputou a primeira equipa liderada por Pako Ayestaran, mas continuou contando com ficha do filial. Mesmo assim entrou na convocação das duas primeiras jornadas da liga, sem ter minutos.[1] Não foi até no jogo contra a real sociedade 10 de dezembro em Anoeta quando o técnico italiano Cesare Prandelli deu doze minutos saindo O campo como suplente e deixando muito bons detalhes no dia de sua estreia, ostentando o dorsal 28. Pouco depois teve também minutos na copa no dia 21 de dezembro no mestalla face ao Leganés e recebeu uma grande ovação do público ao saltar Ao Campo.

Começou o mês de Janeiro de 2017 a cumprir os 20 anos e participando também na próxima eliminatória da taça perante o Celta, sendo titular na volta em Balaídos, e em seguida o técnico Voro deu-lhe a titularidade também perante Osasuna, A ser de novo um dos jogadores mais destacados. Foi titular também na vitória contra o Espanyol, e no dia 19 de Janeiro o clube emitiu um comunicado em que oficializou a incorporação definitiva de Carlos Soler o primeiro equipa, ascendendo assim a sua cláusula de rescisão de 30 milhões de euros .[2] Justo no dia seguinte, no Madrigal, marcou seu primeiro gol oficial na vitória 0-2 contra o Villarreal.[3] Seu dorsal já como jogador da primeira modelo passou a ser o 18.[4]

Referências