Carlos XV da Suécia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carlos XV & IV
Rei da Suécia e Noruega
Reinado 8 de julho de 1859
a 18 de setembro de 1872
Coroações 3 de maio de 1860 (Suécia)
5 de agosto de 1860 (Noruega)
Predecessor Óscar I
Sucessor Óscar II
Esposa Luísa dos Países Baixos
Descendência
Luísa da Suécia
Carlos Oscar, Duque de Södermanland
Nome completo
Carlos Luís Eugênio
Casa Bernadotte
Pai Óscar I da Suécia
Mãe Josefina de Leuchtenberg
Nascimento 3 de maio de 1826
Palácio Real de Estocolmo, Estocolmo, Suécia
Morte 18 de setembro de 1872 (46 anos)
Malmö, Suécia
Enterro Igreja de Riddarholmen, Estocolmo, Suécia
Religião Luteranismo

Carlos XV & IV (Estocolmo, 3 de maio de 1826Malmö, 18 de setembro de 1872) foi o Rei da Suécia como Carlos XV e Rei da Noruega como Carlos IV de 1859 até sua morte. Filho mais velho do rei Óscar I e da rainha Josefina, ele foi o primeiro monarca da Casa de Bernadotte nascido na Suécia.[1]

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido em Estocolmo, já no nascimento foi outorgado o título de príncipe herdeiro e de duque de Skåne. Casou-se em 19 de junho de 1851 com Luísa dos Países Baixos, sobrinha de Guilherme II dos Países Baixos. Foi brevemente vice-rei na Noruega em 1856 e 1857. Assumiu a regência em 25 de setembro de 1857 ante a doença de seu pai. Quando Óscar I faleceu em 1860, o príncipe foi nomeado novo monarca dos reinos unidos da Suécia e Noruega. Na Suécia foi coroado em 3 de maio de 1860 e na Noruega, em 5 de agosto.

Carlos XV da Suécia.

Era um defensor e promotor do Escandinavismo e da solidariedade política entre os três reinos nórdicos (Suécia, Noruega e Dinamarca). Ele estabeleceu relações de amizade com o rei Frederico VII da Dinamarca, a quem prometeu em julho de 1863 ajuda militar para proteger o ducado de Schleswig da invasão prussiano. O apoio militar, no entanto, nunca chegou por razões políticas internas na Suécia.

O rei fortaleceu e mudou radicalmente a política interna sueca com a reforma do parlamento. Em 1860 o monarca lançou sua proposta de "Estado democrático" e após discussões com os membros do seu governo, em 1863 Louis Gerhard De Geer introduziu uma proposta de reforma que rompeu com a formação do "Parlamento de estados".[2] Depois de quase três anos de discussão, a emenda foi aprovada em 22 de junho de 1866.

Leis municipais foram alteradas e as mulheres tinham o direito de votar pela primeira vez nas eleições municipais. Durante o seu reinado a liberdade religiosa foi estendida para o ambiente jurídico e político. Havia novas leis penais e continuou a política de desenvolvimento econômico de Óscar I, que incluiu uma melhoria significativa da infra-estrutura e da promoção da industrialização, também construindo uma extensa rede ferroviária.

No início de 1871 sua saúde declinou, coincidindo com a morte de sua esposa, a rainha Luísa, em 30 de março de 1871. Depois de uma viagem relaxante para Aachen, o rei viveu por um tempo no Palácio de Ulriksdal, nos arredores de Estocolmo, de onde ele se mudou para Malmö. Naquela cidade ele morreu em 18 de setembro de 1872.[3] Seu corpo foi sepultado na Igreja de Riddarholmen em Estocolmo.

Títulos e brasões[editar | editar código-fonte]

Títulos e estilos[editar | editar código-fonte]

  • 3 de maio de 1826 – 8 de março de 1844: "Sua Alteza Real, Príncipe Carlos da Suécia, Duque da Escânia"
  • 8 de março de 1844 – 8 de julho de 1859: "Sua Alteza Real, Príncipe Herdeiro Carlos da Suécia, Duque da Escânia"
  • 8 de julho de 1859 – 18 de setembro de 1872: "Sua Majestade, o Rei da Suécia e Noruega"

Brasões[editar | editar código-fonte]

Coat of arms of Carl Ludvig (later Charles XV and IV), Crown Prince of Sweden, Duke of Skåne (1826-1844).svg
Coat of arms of The Crown Prince of Sweden, Duke of Skåne.svg
Armoiries des rois Oscar Ier et Charles XV de Suede.svg
Brasão de Carlos como Duque da Escânia
(1826–1844)
Brasão de Carlos como Príncipe Herdeiro
(1844–1859)
Brasão de Carlos XV & IV como Rei da Suécia e Noruega
(1859–1872)

Descendência[editar | editar código-fonte]

Carlos e Luísa tiveram dois filhos. A primeira foi a princesa Luísa, que nasceu em 31 de outubro de 1851 e posteriormente se casou com o rei Frederico VIII da Dinamarca. O segundo filho foi o príncipe Carlos Óscar, Duque de Södermanland, que nasceu em 14 de dezembro de 1852, porém que morreu pouco mais de um ano depois de seu nascimento devido a pneumonia.

Carlos também gerou um filho ilegítimo, Carl Johan Bolander, nascido em 4 de fevereiro de 1854, pai do bispo Nils Bolander[4] e uma filha, Ellen Svensson Hammar (28 de outubro de 1865 - 1931), e há rumores de que ele tinha mais filhos extraconjugais.[5]

Ancestrais[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Ernby, Birgitta; Martin Gellerstam, Sven-Göran Malmgren, Per Axelsson, Thomas Fehrm (2001). «Karl XV». Norstedts första svenska ordbok (em sueco) (Estocolmo: Norstedts ordbok). p. 300. ISBN 91-7227-186-8. 
  2. Louis de Geer, Minnen del 1 Sthlm 1892 s 157 f.
  3. Cronholm, Neander N. (1902). A History of Sweden from the Earliest Times to the Present Day [S.l.: s.n.]  ch 41 pp 289-99
  4. Carl-Erik Sahlberg em Nils Bolander diktare och predikant ISBN 91-86112-39-2 p. 11
  5. Lagerqvist & Åberg in King and Rulers of Sweden ISBN 91-87064-35-9 p 48

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carlos XV da Suécia


Carlos XV da Suécia & IV da Noruega
Casa de Bernadotte
3 de maio de 1826 – 18 de setembro de 1872
Precedido por
Óscar I
Armoiries des rois Oscar Ier et Charles XV de Suede.svg
Rei da Suécia e Noruega
8 de julho de 1859 – 18 de setembro de 1872
Sucedido por
Óscar II
Coat of arms of The Crown Prince of Sweden, Duke of Skåne.svg
Príncipe Herdeiro da Suécia e Noruega
8 de março de 1844 – 8 de julho de 1859
Sucedido por
Gustavo V