Carlos de Mesquita (compositor)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Carlos de Mesquita (Rio de Janeiro, 23 de maio de 1864Paris, 1953) foi um compositor, pianista, organista, professor e maestro brasileiro.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Iniciou seus estudos de música na infância, aprendendo piano e violoncelo com Giovanni Cerrone. Com apenas onze anos, Mesquita se apresentou em público num recital realizado pela Sociedade Filarmônica Fluminense. Executou, com sucesso, o Concerto n. 1, em sol menor, para piano, de Felix Mendelssohn.

Também ensinou música à sua irmã, Amélia de Mesquita, enquanto ela era criança.[1]

Em 1877 foi levado à França para continuar seus estudos. Matriculou-se no Conservatório de Paris com uma bolsa dada por D. Pedro II. Teve por mestres Antoine-François Marmontel, em piano e Cesar Franck, em órgão. Nos estudos mais avançados de harmonia foi aluno de Émile Durand e em contraponto, fuga e composição tomou aulas com Jules Massenet.

Referências

  1. SCHUMAHER, Maria Aparecida (2000). Dicionário Mulheres do Brasil. Rio de Janeiro: Zahar 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • AULER, Guilherme. Os bolsistas do Imperador. Petrópolis: Tribuna de Petrópolis, 1956.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) compositor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.