Carly Fiorina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Carly Fiorina
Nascimento 6 de setembro de 1954 (66 anos)
Austin, Texas
Nacionalidade norte-americana
Progenitores Mãe: Madelon Juergens
Pai: Joseph Sneed
Cônjuge Todd Bartlem (1977–1984)
Frank Fiorina (1985–presente)
Alma mater Universidade Stanford
Universidade de Maryland
Instituto de Tecnologia de Massachusetts
Ocupação Empresária
Filiação Partido Republicano
Religião Cristianismo não-denominacional
Assinatura
Carly-Fiorina-signature.png

Cara Carleton "Carly" Sneed Fiorina (Austin, Texas, 6 de setembro de 1954) é uma empresária e figura política americana.[1] É filiada ao Partido Republicano.[2]

Carly Fiorina começou sua carreira nos anos 1980 na companhia de telecomunicações AT&T, onde chegou a cargos executivos. Atingiu o topo como CEO (1999-2005) e Presidente do Conselho da Administração (2000-2005) da Hewlett-Packard, empresa de tecnologia.[1] Passou a ser considerada uma das mulheres mais poderosas dos Estados Unidos.[3]

Depois de deixar o mundo empresarial, tentou ser senadora pela Califórnia. Ganhou a nomeação republicana contra os prognósticos para concorrer pelo posto da democrata Barbara Boxer, que está na cadeira desde 1992. Aquela derrota eleitoral em 2010 é toda a sua experiência sob os holofotes da política.[4]

Carly Fiorina entrou em maio 2015 na disputa para a presidência dos Estados Unidos em 2016 e se tornou a primeira mulher na lista de pré-candidatos do Partido Republicano.[5][6] Em fevereiro de 2016 oficialmente suspendeu sua campanha após resultados ruins nas primeiras eleições primárias do partido.[7] Na eleição de 2020, Fiorina endossou Joe Biden para presidente.[8][9]

Segundo o FiveThirtyEight, uma organização apartidária que analisa as posições dos candidatos e realiza pesquisas de opinião, Fiorina é considerada uma moderada dentro do espectro político e faz parte do establishment republicano.[10] Em 2017, ela se descreveu como uma conservadora.[11]

Referências

  1. a b «Carly Fiorina 1954–» (em inglês). Consultado em 1 de Maio de 2012 
  2. (em inglês) 5 Things You Didn’t Know About Carly Fiorina, gop.com, recuperado 19 de setembro de 2015
  3. Carly Fiorina emerge como figura republicana após confrontar Trump, brasil.elpais.com, 18 de setembro de 2015
  4. Carly Fiorina emerge como figura republicana após confrontar Trump, brasil.elpais.com, 18 de setembro de 2015
  5. Ex CEO da HP, republicana Carly Fiorina anuncia pre-candidatura, jornalnh.com.br, recuperado em 18 setembro de 2015
  6. (em inglês) Pagina de campanha eleitoral 2016, carlyforpresident.com, recuperado em 18 setembro de 2015.
  7. "Carly Fiorina Suspends 2016 Presidential Campaign". Página acessada em 10 de fevereiro de 2015.
  8. Dovere, Edward-Isaac (25 de junho de 2020). «She Wanted to Be a Republican President. She's Voting for Biden.». The Atlantic (em inglês). Consultado em 30 de junho de 2020 
  9. «Ex-GOP presidential candidate Carly Fiorina says she'll vote for Biden over Trump». www.cbsnews.com (em inglês). Consultado em 30 de junho de 2020 
  10. Dottle, Rachael (10 de janeiro de 2019). «The 5 Key Constituencies Of The 2020 Democratic Primary». FiveThirtyEight (em inglês). Consultado em 4 de dezembro de 2020 
  11. «Carly Fiorina On The Future Of The United States». Hoover Institution (em inglês). Consultado em 25 de julho de 2018 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Commons
O Commons possui imagens e outros ficheiros sobre Carly Fiorina