Carne Frita

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Gnome globe current event.svg
Este artigo ou seção é sobre alguém que morreu recentemente. A informação apresentada pode mudar com frequência. Não adicione especulações, nem texto sem referência a fontes confiáveis. (data da marcação: 30 de outubro de 2019; editado pela última vez em 2 de novembro de 2019) Twemoji 1f464.svg
Carne Frita
Carne Frita em O Magna Snooker, São Paulo, em 2007, com (da esquerda para direita): Orlando Eliano, Norival Pegrucci, Carne Frita, Jurandyr Pegrucci e Joel do Amaral.
Nome completo Walfrido Rodrigues dos Santos
Nascimento 27 de outubro de 1929
Propriá
Morte 30 de outubro de 2019 (90 anos)
São Paulo
Nacionalidade  Brasil
Ocupação jogador de sinuca
Principais trabalhos Invencibilidade de 1951 a 1974.[1]

Walfrido Rodrigues dos Santos, o Carne Frita (Propriá, 27 de outubro de 1929 - São Paulo, 30 de outubro de 2019), foi um jogador de sinuca brasileiro, considerado um dos melhores jogadores da história do esporte no Brasil.[2][3]

Carreira[editar | editar código-fonte]

Numa época em que a sinuca não era um esporte presente na mídia, alcançou o status de Pelé ou Garrincha do esporte. Numa briga, onde foi atingido por um soco inglês entre os olhos, fez com que sua visão ficasse muito prejudicada, fato que comprometeu a continuidade da carreira.[4]

Carne Frita jogou e se apresentou em grande parte do território brasileiro, atingindo o auge entre 1951 e 1974, época que era considerado imbatível, sendo desconhecida qualquer derrota sua nesse período.[1]

Repercussões[editar | editar código-fonte]

  • No livro ganhador do prêmio Jabuti "Malagueta, Perus e Bacanaço", de 1963, João Antonio faz com que as suas personagens se encontrem com o Carne Frita, o professor de habilidades, em uma mesa de sinuca. No texto ele diz: "Mas Frita... quem entendia de sinuca era ele".[3]
  • Astrogildo Silva, autor de "São Paulo Antigo", gravada por Benê Silva, o cita da seguinte forma: "cadê o samba do Braz, do Bexiga e as tacadas do bom Carne Frita, cadê o santo rei Pelé..."[1]
  • Antonio J. Garini, em seu livro "Bom dia, vida. Bom dia amor, menciona no capítulo "Gênio": "Ser um pouco de Carne Frita no bilhar, um pouco de Pelé no futebol, um pouco de Saint Simon na sociologia..."[1]
  • Carne Frita atuou no filme “O Jogo da Vida” (1976) de Maurice Capovilla, com Gianfrancesco Guarnieri, num papel autobiográfico de lendário jogador de sinuca.[5]

Referências

  1. a b c d Federação Paulista de Sinuca e Bilhar. «Ficha técnica dos Grandes Nomes». Carne Frita. Consultado em 2 de junho de 2013 
  2. André de Oliveira (2013). Você sabe com quem está jogando?. [S.l.]: O Estado de S. Paulo. pp. E10. Caderno "Aliás" 
  3. a b São Paulo Agora (30 de outubro de 2019). «Lenda da sinuca, Carne Frita morre aos 90 anos». Folha UOL. Consultado em 30 de outubro de 2019 
  4. Solbrilhando.com.br. «Jogadores- Melhores do Brasil». Consultado em 2 de junho de 2013 
  5. Jogarsinuca.com (2012). «Sinuca – Carne Frita (O Jogo da Vida) 1976». Consultado em 2 de junho de 2013 

Vídeo[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Olympic rings without rims.svg Este artigo sobre um(a) desportista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.