Carneisco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Carneisco, foi um filósofo epicurista e discípulo de Epicuro, que viveu c. 300 a.C.. É conhecido como o autor de um ensaio, fragmentos dos quais foram encontrados entre os remanescentes queimados na Vila dos Papiros em Herculano.[1] O ensaio é intitulado Philistas e é um trabalho sobre amizade que lida com a morte de uma amiga. Filistas (ou Filista) era uma amiga de Carneisco e é apresentada como uma epicurista modelo. Fragmentos sobreviventes contém um uma polêmica direcionada contra Praxífanes na qual Carneisco contrasta a visão epicurista da amizade e prazer com a visão peripatética esboçada por Praxífanes.

Notas[editar | editar código-fonte]

  1. PHerc. 1027

Referências[editar | editar código-fonte]

  • David Konstan, (1997), Friendship in the Classical World, pages 109-110. Cambridge University Press.
  • James Warren, (2004), Facing Death: Epicurus and His Critics, page 134. Oxford University Press.