Carola Saavedra

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Carola Saavedra
A escritora em Santiago (Chile), 2015, durante a Feira Internacional do Livro
Nascimento 1973
Santiago (Chile)
Nacionalidade brasileira
Ocupação Escritora e tradutora
Prémios Prémio da Associação Paulista dos Críticos de Arte (2008)
Magnum opus Flores Azuis
Página oficial
Carola Saavedra

Carola Saavedra (Santiago, 1973) é uma escritora e tradutora brasileira nascida no Chile .

Biografia e carreira[editar | editar código-fonte]

Carola Saavedra nasceu no Chile,[1] mas mudou-se com a família para o Brasil aos três anos de idade. Formou-se em jornalismo pela Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro.[2] Morou na Espanha, na França e na Alemanha, onde concluiu um mestrado em Comunicação Social. Vive no Rio de Janeiro.

Foi autora convidada da Festa Literária Internacional de Paraty (Flip) em 2010.

Prêmios e indicações[editar | editar código-fonte]

  • Prémio APCA de melhor romance, 2008, por Flores azuis
  • Prêmio Rachel de Queiroz, categoria jovem autor, 2010, por Paisagem com dromedário

Ficou entre os finalistas dos prêmios São Paulo de Literatura e Jabuti.

Obra[editar | editar código-fonte]

  • Com armas sonolentas (Companhia das Letras, 2018)
  • O inventário das coisas ausentes (Companhia das Letras, 2014)
  • Paisagem com dromedário (romance, Companhia das Letras, 2010)
  • Flores azuis (romance, Companhia das Letras, 2008)
  • Toda terça (romance, Companhia das Letras, 2007)
  • Do lado de fora (contos, 7Letras, 2005)

Participação em antologias[editar | editar código-fonte]

  • Geração Zero Zero (Língua Geral, 2011)
  • Essa história está diferente – Dez contos para canções de Chico Buarque (Companhia das Letras, 2010)
  • Escritores escritos (Editora Flâneur, 2010)
  • Um homem célebre: Machado recriado (Publifolha, 2008)

Publicações no exterior[editar | editar código-fonte]

  • Blue Flowers, Penguin Random House, 2020, tradução de Daniel Hahn (América do Norte)[3][4]
  • Blaue Blumen, C.H. Beck, 2015, tradução de Maria Hummitzsch (Alemanha)[5]
  • Landschaft mit Dromedar, C.H.Beck, 2013, tradução de Maria Hummitzsch (Alemanha)[6]
  • Flores azuis, Plátano Editora, 2010 (Portugal)
  • Toda terça, Plátano Editora, 2011 (Portugal)
  • Outras edições estrangeiras podem não estar contempladas nesta lista

Referências

  1. «Carola Saavedra». Escritoras Suicidas. Consultado em 29 de junho de 2011 
  2. «Entrevista com Carola Saavedra». Máquina de Escrever. 28 de novembro de 2008. Consultado em 29 de junho de 2011 
  3. «Carola Saavedra's Blue Flowers is a Sexy Story Told Through Letters». The Oprah Magazine (em inglês). Consultado em 6 de julho de 2020 
  4. «Blue Flowers by Carola Saavedra». Penguin Random House (em inglês). Consultado em 6 de julho de 2020 
  5. «Blaue Blumen: Roman». C.H. Beck (em alemão). Consultado em 6 de julho de 2020 
  6. «Landschaft mit Dromedar: Roman». C.H. Beck (em alemão). Consultado em 6 de julho de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Carola Saavedra


Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) escritor(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.