Carollo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Antônio Ângelo Carollo (São Paulo, 2 de agosto de 1923 — São Paulo, 18 de fevereiro de 2012) foi um pugilista e técnico de pugilismo brasileiro.

Carollo foi o técnico da seleção de boxe em cinco Olimpíadas: 1968, 1972, 1976, 1980 e 1992[1].

Trajetória esportiva[editar | editar código-fonte]

Antônio iniciou a carreira no pugilismo aos 17 anos, tendo sido campeão paulista dos novos. Contudo, sua carreira como atleta foi curta, durando somente dois anos. Ganhou destaque no esporte ao se tornar um técnico, iniciando no Clube Aramaçã, em Santo André.[2]

Foi o responsável técnico da equipe mais famosa de pugilismo brasileiro, a Equipe Pirelli.[3]

Além de técnico da seleção em cinco Olimpíadas, treinou Rubens Alves de Oliveira, Pedro Dias, Rubens Vasconcelos, Edson Jorge, Servílio de Oliveira[4], Miguel de Oliveira, Chiquinho de Jesus, Acelino Popó Freitas [5] e Valdemir Pereira.

Referências

  1. Aos 87, morre Carollo, técnico de brasileiro campeão mundial de boxe Portal Folha - acessado em 18 de fevereiro de 2012
  2. Antônio Ângelo Carollo Portal AproBoxe - acessado em 18 de fevereiro de 2012
  3. Aos 87, morre Carollo, técnico de brasileiro campeão mundial de boxe Portal ESP Brasil - acessado em 18 de fevereiro de 2012
  4. Carreira Servílio de Oliveira - acessado em 18 de fevereiro de 2012
  5. Antonio Carollo, ex-treinador de Popó, morre aos 88 anos Revista Placar - acessado em 13 de novembro de 2012
Olympic rings without rims.svg Este artigo sobre um(a) desportista, integrado ao Projeto Desporto, é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.