Carro americano

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carro americano numa linha rural em Denver, Estados Unidos, em 1903.
Carro americano para 45 passageiros, projecto de 1876 para a rede de São Petersburgo, Rússia.

Carro americano foi o nome dado em Portugal em meados do século XIX a um meio de transporte ligeiro coletivo de passageiros, precursor do carro elétrico. Também se movia sobre carris, mas por tracção animal. Os primeiros foram construídos nos Estados Unidos, daí o nome “americano”, pelo qual eram muitas vezes conhecidos.

Em 1832 faziam o percurso Nova Iorque-Harlem e em 1834 em Nova Orleães. O fenómeno do Americano iria propagar-se pela Europa (Londres, Berlim, Paris, etc.).

Inicialmente a linha férrea era saliente, transtornando a circulação pedestre e provocando acidentes. Seriam suplantados por carris embutidos no pavimento (trâmueis, de tramway) em 1852, uma invenção de Alphonse Loubat.

Em Portugal[editar | editar código-fonte]

Americano” na Figueira da Foz por volta de 1880.
Americanos” no Funchal por volta de 1900.
Americano” do Porto por volta de 1880.
Americano” na Póvoa de Varzim por volta de 1880.

Braga[editar | editar código-fonte]

Em Braga os carros americanos circularam até 1914, quando a tração passou a eléctrica.

Coimbra[editar | editar código-fonte]

Em Coimbra surgiu em 1874 a primeira linha de sistema americano que ligava a calçada (actual Ferreira Borges) e a Estação Velha. Viria a ser substituída por tração elétrica em 1887.

Figueira da Foz[editar | editar código-fonte]

Funchal[editar | editar código-fonte]

Funcionou no Funchal uma linha de carros americanos de 1893 a 1916, desde o Pombal à atual Av. Arriaga. Ao contrário do que ocorreu noutras cidades, a tração não foi mecanizada, sendo a rede desmantelada após o encerramento.

Lisboa[editar | editar código-fonte]

Em Lisboa a linha de americanos foi inaugurada a 17 de Novembro de 1873 entre a Estação da linha Férrea Norte e Leste (Stª. Apolónia) e o então extremo oeste do Aterro da Boa Vista (Santos). Substituídos em 1900 por tração elétrica.

Porto[editar | editar código-fonte]

No Porto circularam de 9 de Março de 1872 até 22 de Setembro de 1904.

Póvoa de Varzim / Vila do Conde[editar | editar código-fonte]

Na Póvoa de Varzim os carros americanos apareceram em 1874 e ligavam inicialmente o centro da Póvoa de Varzim até ao centro de Vila do Conde, posteriormente expandido para a zona balnear, até ao Passeio Alegre e até à Avenida dos Banhos. No início do século XX a tração passou a a diesel, tendo depois a rede sido desmantelada.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carro americano
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Carro americano em Portugal