Cartola

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o cantor e compositor, veja Cartola (compositor). Se procura outros significados, veja Cartola (desambiguação).
Cartola

A cartola é um chapéu masculino de aba estreita, copa alta (chamada de chaminé pelos estilistas da época) e cilíndrica, frequentemente de cor preta e brilhante, e usado habitualmente em ocasiões solenes em conjunto com o fraque (roupa formal diurna) ou com a casaca (roupa formal noturna). Era chamado originalmente de chapéu alto.[1]

Na metade do século XVIII com o engajamento das mulheres, geralmente de baixa estatura, às companhias de navegação e a necessidade de diferenciá-las do uniforme dos homens, que usavam o famoso Quepe Militar, desenhou-se uma indumentária semelhante ao Quepe, que foi a Cartola, os estilistas costumavam acrescentar as cores da companhia de navegação no contorno da chamada chaminé da cartola.[2]

No século XIX, o espírito popular já o criticava, apelidando-o de "chaminé", de "canudo" ou de "cartola", uma variante de "quartola", nome dado a uma pequena pipa que correspondia a um quarto de tonel, com a qual o chapéu se parecia.

Nas caricaturas da imprensa, a cartola, o fraque, o monóculo e o charuto compõem a figura dos novos-ricos e dos magnatas. Por associação, passou a denominar a classe dos dirigentes esportivos que enriqueceram - muitas vezes ilicitamente - administrando clubes de futebol.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Patents for inventions. Abridgments of specifications Patent Office [S.l.] 1874. 
  2. «History of Hats». Lock Hatters. Consultado em 2013-07-06. 
Ícone de esboço Este artigo sobre vestuário ou moda é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.