Carum carvi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaAlcaravia
Kumina Carum carvi H5207 VI08 C.jpg

Estado de conservação
seguro
Classificação científica
Reino: Plantae
Divisão: Magnoliophyta
Classe: Magnoliopsida
Ordem: Apiales
Família: Apiaceae
Género: Carum
Espécie: C. carvi
Nome binomial
Carum carvi
L.

A Alcaravia (Carum carvi) é também conhecida como Cariz, Cominho, Cominho-armênio, Cominho-dos-prados, Cominho-romano, Cúmel,[1] Alcarávia, Alcarávea, Alcaróvea, Alquirévia, Cuminho, Cominho-de-montanha, Cominho-dos-prados, ou Cominho-romano.

É uma planta bianual que cresce até 60 cm de altura, com folhas delicadamente recortadas e umbelas de pequenas flores cuja tonalidade vai do branco ao violeta-claro. Seus frutos são pequenos, parecidos com frutos da erva-doce. É originário da região compreendida entre o centro da Europa e a Ásia e tem-se conhecimento de seu uso pelos romanos. Antigamente, era usada pelos árabes, que a introduziram na Península Ibérica. Usada na cozinha e na medicina há pelo menos 5000 anos, a alcaravia é uma das ervas mais populares da Europa.

O óleo volátil das folhas dá-lhe o seu aroma característico. Consome-se as folhas, frutos, e raízes: As raízes, cozidas, podem ser consumidas como hortaliça. As folhas tenras, picadas, para temperar saladas; com batatas cozidas ao vapor, suflê de batatas e saladas de pimentão.

As sementes são picantes e levemente adocicadas e são muito utilizadas na culinária nórdica, que aromatiza queijos, pães e vários preparados salgados, como “pretzels”, em pães e bolos. O óleo das sementes é empregado no preparo do kümmel e de outras bebidas alcoólicas. É o tempero mais característico das culinárias alemã e austríaca, fundamental no preparo dos licores Wolfschmidt Kümmel, Mentzendorff Kümmel e Gilka Kümmel, da aguardente da escandinava aquavit e do queijo tipo Tilsit alemão. Podem ainda ser usadas no preparo de carnes, molhos, aromatizar pães, queijos, sopas e doces; para temperar carne em geral, especialmente de porco.

Em grandes quantidades a Alcaravia pode ser tóxica, devido à carvona; dose máxima diária: 10 ml do extrato fluido.

Algumas curiosas crenças antigas sobre a Alcaravia são preservadas até hoje. Diziam que evitava o extravio de galinhas e de pombos, e fazia parte das poções contra a infidelidade.

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre a ordem Apiales, integrado no Projeto Plantas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.