Casa de Cultura Roberto Carlos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Casa de Cultura Roberto Carlos
Tipo museu, casa
Geografia
Coordenadas 20° 50′ S 41° 6′ W
Cidade Cachoeiro de Itapemirim

A Casa de Cultura Roberto Carlos é localizada em Cachoeiro do Itapemirim, no Sul do Espírito Santo. Trata-se da casa onde nasceu e viveu até os 13 anos o cantor Roberto Carlos Braga, junto com os pais e os irmãos. [1]

A casa foi adquirida pela prefeitura municipal, que a restaurou para valorizar sua arquitetura original. A obra de revitalização custou cerca de 800 mil reais para os cofres públicos[1]. Possui fotos, discos, quadros, instrumentos musicais, enfim, a história de Roberto Carlos.

A Casa de Cultura Roberto Carlos recebe milhares de fãs, curiosos e admiradores do cantor cachoeirense e é um dos principais pontos turísticos do local.[1] A casa também conta em seu pavimento superior com o Cantinho do Artesão, sede da Associação dos Artesãos de Cachoeiro de Itapemirim, e oferece diversos produtos artesanais em pedra, contas, madeira, tecido, além de doces, pães caseiros e compotas. O horário de funcionamento é o mesmo da casa,que seria das 12 às 18 horas.

História[editar | editar código-fonte]

A Casa de Cultura Roberto Carlos é situada na Rua João de Deus Madureira, no bairro Recanto em Cachoeiro do Itapemirim. Lá é possível encontrar artefatos que lembram a infância do rei. Em uma das paredes da casa, está a certidão de nascimento do cantor. [1]

Além de ser a casa onde Roberto Carlos passou sua infância, também foi lá com o auxílio de uma parteira que o cantor nasceu no quarto de seus pais. A casa possui mais dois quartos, um era dividido entre Roberto e sua irmã, e o outro era ocupado pelos seus outros dois irmãos.

Quem visitar o local também encontrará o piano que Roberto fazia aulas quando criança e o transmissor da Rádio Cachoeiro, onde o músico cantou pela primeira vez, aos nove anos, em um programa infantil. [1]

O cantor visitou a casa em 2009 durante uma turnê que celebrou os seus 50 anos de carreira. Na ocasião, Roberto Carlos disse que pretende ampliar o acervo da casa e colocar objetos que marcaram a história da jovem guarda também[1].

Corredor Cultural Roberto Carlos[editar | editar código-fonte]

Em 2013, foi inaugurado o corredor cultural Roberto Carlos a inauguração ocorreu no dia do aniversário de 71 anos do cantor. O local servirá como um espaço de divulgação de cantores locais[2].

A construção do corredor cultural Roberto Carlos foi feita pela prefeitura com base na emenda do ex-deputado federal Jurandy Loureiro. O custos do projeto foram pagos em uma parceria da prefeitura com o deputado federal Camilo Cola. O município forneceu R$ 67.519,57, enquanto que o deputado pagou R$ 734.925,31[2].

A obra consistiu na revitalização da ladeira onde Roberto gostava de brincar de carrinho de rolimã em frente a sua casa. As calçadas foram reformadas e ganharam granito de tom avermelhado, que é um dos principais produtos da região[2].

Estátua de Roberto Carlos[editar | editar código-fonte]

Em 2015, a praça Pedro Cuevas Júnior, que faz parte do Corredor Cultural Roberto Carlos, recebeu uma estátua da artista plástica Angela Borelli[3]. O monumento possui 1,72 metros de altura e retrata o cantor Roberto Carlos. A artista levou 1.118 dias para fazer a obra de mármore branco. Os gastos com o monumento foram custeados por Angela Borelli, que desembolsou R$ 6.000,00.[3]

Semana Cultural do rei[editar | editar código-fonte]

Todos os anos a cidade de Cachoeiro comemora o aniversário de Roberto Carlos, no dia 19 de abril, com uma ampla programação artística[4]. Os eventos acontecem em espaços públicos movimentados do centro, principalmente, no Corredor Cultural Roberto Carlos e na praça Cuevas Júnior[4]. As atrações divulgam principalmente artistas locais e incluem shows, saraus e apresentações de dança[4].

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

No dia 24 de agosto de 2013 a Casa de Cultura Roberto Carlos foi invadida durante a madrugada. Na ação, foram levados um disco de vinil e um aparelho de som, que estava localizado na sala do museu. A Secretaria de Cultura de Cachoeiro alegou que o ocorrido se deu pela falta de proteção, uma vez que o vigia responsável pela segurança local não compareceu naquela data. Outros itens de valor, como imagens, quadros e instrumentos não sofreram danos.[5][1]

Referências

  1. a b c d e f g «Museu que foi casa de Roberto Carlos na infância é roubado no ES». G1 do Espírito Santo. 24 de agosto de 2013. Consultado em 22 de setembro de 2017 
  2. a b c «Roberto Carlos ganha 'Corredor Cultural' de aniversário no ES. Acesso em setembro de 2017.». Espírito Santo. 19 de abril de 2012 
  3. a b «Artista plástica faz estátua de Roberto Carlos na terra natal do 'rei'. Acesso em setembro de 2017.». Espírito Santo. 17 de abril de 2015 
  4. a b c «Aniversário de Roberto Carlos será comemorado durante a Semana do Rei em Cachoeiro». Folha Vitória. 17 de abril de 2017 
  5. «Museu que foi casa de Roberto Carlos na infância é roubado no ES». noticias.orm.com.br. Consultado em 24 de setembro de 2017 

Ver também[editar | editar código-fonte]