Casa do Alcaide-Mor

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Casa do Alcaide-Mor ou
Antiga Casa da Câmara (Estremoz)
Vista da fachada da Casa do Alcaide-Mor
Construção século XV
Promotor / construtor D. Sancho de Noronha
Aberto ao público Não (só exterior)
Estilos arquitetónicos Mudéjar, Renascimento, Manuelino e Neoclássico.
Património Nacional
Classificação Logotipo Anta Vilarinho PT.png Monumento Nacional
(Decreto n.º 9 842, DG n.º 137)
Data 20-06-1924
DGPC 70538
SIPA 70538
Estado de conservação Bom no exterior, ruína no interior
Geografia
País Portugal

A Casa do Alcaide-Mor, ou Antiga Casa da Câmara situa-se na freguesia de Santa Maria, no Concelho de Estremoz, Distrito de Évora, Portugal.[1]

Edifício classificado como Monumento Nacional,[2] pelo IGESPAR, só estando permitida a visita desde o exterior.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Por diversos motivos, D. Afonso V e a sua corte passam longos períodos em Estremoz, obrigando o alcaide-mor e a sua família a abandonar o paço, tendo D. Sancho de Noronha mandado construir este edifício, em 1450.[1]

Características[editar | editar código-fonte]

É uma casa de dois pisos, com portal de estilo manuelino, em mármore, tendo ao lado uma janela do século XVIII. No piso superior encontra-se uma janela dupla decorada com elementos botânicos, e à sua esquerda uma varanda do século XVIII.[2]

O interior da casa encontra-se em ruínas, não restando qualquer cobertura ou estrutura.[3]

Notas

  1. a b c «Casa do Alcaide-Mor. Descrição na página oficial do Município de Estremoz». Consultado em 4 de março de 2011 
  2. a b IGESPAR, Ministério da Cultura de Portugal. «Ficha detalhada da Casa da Câmara (antiga) ou Casa do Alcaide-Mor». Consultado em 4 de março de 2011 
  3. Site do SIPA - Sistema de Informação para o Património Arquitectónico (Forte de Sacavém). «Antiga Casa da Câmara / Casa do Alcaide-mor». Consultado em 4 de março de 2011 

Referências bibliográficas[editar | editar código-fonte]

  • CRESPO, Marques, Estremoz e o seu Termo Regional, Estremoz, s/d
  • ESPANCA, Túlio, Inventário Artístico de Portugal-Distrito de Évora, Lisboa, 1975
  • DIAS, Pedro, A Arquitectura Manuelina, Porto, 1988.

Ver também[editar | editar código-fonte]