Casa do Artista

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Disambig grey.svg Nota: "Casa do Artista" redireciona para este artigo. Para a Casa dos Artistas (Brasil), veja Retiro dos Artistas. Para o reality show brasileiro, veja Casa dos Artistas.
Casa do Artista
Casa do Artista em Carnide
Lema "Aqui não é permitido envelhecer!"
Tipo Instituição particular de solidariedade social
Fundação 11 de setembro de 1999
Propósito Serviços ao artistas idosos das áreas de artes cénicas, da televisão, do cinema e da rádio
Sede Estrada da Pontinha n.º 7, Carnide
Manuela Maria
Fundadores
Sítio oficial http://www.casadoartista.net/

A Casa do Artista é uma instituição particular de solidariedade social que presta serviços ao artistas idosos, fundada em 11 de Setembro de 1999 pelos atores Armando Cortez, Carmen Dolores, Manuela Maria, Pedro Solnado e outros. Localiza-se na Estrada da Pontinha n.º 7, em Carnide.

É considerada, para os profissionais do mundo do espectáculo, um último reduto de dignidade numa atividade desregulada e instável[2].

História[editar | editar código-fonte]

A ideia de uma Casa do Artista foi trazida do Brasil por Raul Solnado, tio de Pedro Solnado, um dos fundadores.[1] Os atores Armando Cortez e Pedro obtiveram apoios para o seu sonho comum de construir um refúgio para as pessoas do mundo do espetáculo. Raul organizou vários eventos em prol da causa. Nesta tarefa fundou-se a associação Apoiarte, onde participaram também Manuela Maria, Carmen Dolores, Octávio Clérigo, Tomé de Barros Queiroz, Albino de Moraes, Braz Teixeira, etc.

A Câmara Municipal de Lisboa, através do seu presidente Eng.º Krus Abecassis, atribuiu à Casa do Artista um extenso terreno em Carnide. O edifício foi desenhado pelos arquitectos do Atelier Augusto Silva Ferreira dos Santos, Luís Rebelo de Andrade e Francisca Ramalho. A sua construção foi terminada em 1999.[1]

Instalações[editar | editar código-fonte]

As suas instalações em Carnide são constituídas pelas seguintes valências:

  • Residência com 26 quartos individuais. Possui associados serviços adicionais como clínica, fisiatria e psicologia. São habitados por 71 pessoas, com idade média de 83 anos. O lar está aberto a todos os profissionais do mundo do espectáculo, desde atores, a encenadores e eletricistas de palco.
  • Teatro Armando Cortez
  • Galeria Raul Solnado
  • Centro de Formação

No Jardim existe uma estátua do compositor, instrumentista e musicólogo Carlos Seixas. Ali foram espalhadas as cinzas do actor Armando Cortez.

Referências

  1. a b c Carmen Dolores (Abril de 2018). «Boletim Informativo da Casa do Artista Volume XXV, Edição II» (PDF). Consultado em 10 de Maio de 2018 
  2. Revista Sábado n.º 761 (29 de Novembro de 2018). Quando Acabam os Aplausos.
O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre Casa do Artista

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.