Caso Steve Bartman

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

O Caso Steve Bartman ocorreu durante um jogo de playoff da Major League Baseball entre o Chicago Cubs e o Florida Marlins no dia 14 de Outubro de 2003 no Wrigley Field em Chicago.

O incidente ocorreu no jogo 6 na final da Liga Nacional (National League) de 2003. O Chicago liderava a série "melhor de 7" por 3 jogos a 2. Na oitava entrada quando o placar estava 3-0 para os Cubs diversos espectadores tentaram segurar a bola (que seria uma foul ball). Um dos fãs, Steve Bartman, tocou na bola, impedindo uma possível pegada do outfielder dos Cubs, Moisés Alou. Se Alou tivesse pego a bola, teria eliminado o segundo jogador dos Marlins na entrada e os Cubs estariam apenas a 4 eliminações de ganhar a Liga Nacional desde 1945 e seguir para sua primeira World Series desde 1908. Ao invés, os Cubs sofreram 8 corridas nesta entrada e acabaram perdendo o jogo por 8-3. Quando foram eliminados no dia seguinte no sétimo jogo, o "Caso Steve Bartman" foi visto como o desencadeador da derrota.[1]

Em consequência deste incidente, Bartman, fã de longa data dos Cubs, teve que ser escoltado para fora do estádio pela segurança até ficar sob proteção policial. Neste momento seu nome e endereço já circulavam nos fóruns das comunidades da MLB.

O documentário da ESPN de 2011, Catching Hell, traçou similaridades entre este caso e o caso do jogador do Boston Red Sox Bill Buckner que cometeu um erro no jogo 6 da Série Mundial de 1986, e da mesma maneira foi crucificado pela mídia e fãs.[2]

Referências