Caso dos meninos emasculados no Maranhão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Caso dos meninos emasculados no Maranhão
Maranhao Micro AglomeracaoUrbanadeSaoLuis.svg

Local onde ocorreram os crimes
Local do crime Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Codó e São Luís, estado do Maranhão
Tipo de crime homicídio duplamente qualificado, vilipêndio, ocultação de cadáver [1]
Mortos 30 [2]
Feridos 0
Desaparecidos 0

O Caso dos meninos emasculados no Maranhão refere-se a série de crimes ocorridos nos municípios de Paço do Lumiar, São José de Ribamar, Codó e São Luís, no estado do Maranhão, que teve como vítimas meninos com idades entre 4 e 15 anos. Estes meninos foram sequestrados, mutilados e mortos entre os anos de 1991 e 2003.[3][4] O caso foi listado pelo G1 (São Paulo) em 2014 como "9 casos de assassinos que chocaram o país com seus crimes."[5]

História[editar | editar código-fonte]

Crimes[editar | editar código-fonte]

De acordo com a justiça do Maranhão, os crimes foram cometidos por Francisco das Chagas Rodrigues de Brito, preso em dezembro de 2003 no município de São Luis. Provas científicas o comprovaram como autor dos crimes quando peritos encontraram em sua residência diversos corpos, além de membros e fragmentos de meninos desaparecidos.[6][7][8] Indícios o colocam como real responsável pela série de crimes, de mesmo modus operandi ocorrida no município paraense de Altamira, uma vez que o acusado morou na região por mais de 10 anos. [9][10]

Repercussão[editar | editar código-fonte]

O caso alcançou dimensão internacional quando em meio as investigações organizações não-governamentais denunciaram o Brasil à Organização dos Estados Americanos, alegando que o país havia sido omisso na proteção dos direitos humanos de vítimas e suas famílias.[11] Posteriormente, em acordo firmado entre as partes, o governo brasileiro indenizou cada uma das famílias e elaborou novos programas visando proteger os direitos da criança e do adolescente. [12]

Referências

  1. «Francisco das Chagas é condenado a mais 26 anos de prisão». Ministério Público do Estado do Maranhão. Consultado em 20 de fevereiro de 2016 
  2. «Francisco das Chagas é condenado pelo 12º assassinato no Maranhão». G1. Consultado em 24 de novembro de 2017 
  3. «Francisco das Chagas é condenado pelo 12º assassinato no Maranhão». G1. Consultado em 24 de novembro de 2017 
  4. «Caso dos meninos emasculados no Maranhão completa 13 anos. A visão de um perito criminal na elucidação do caso que chocou o Brasil». Polícia Civil do Maranhão. Consultado em 24 de novembro de 2017 
  5. «Relembre 9 casos de assassinos que chocaram o país com seus crimes». G1 (São Paulo). Rede Globo. 4 de dezembro de 2014. Consultado em 15 de agosto de 2019. Cópia arquivada em 15 de abril de 2019 
  6. «Médicos estão presos por crime cometido por outro». band.com.br. Consultado em 24 de novembro de 2017 
  7. «Parlamentares vão pedir revisão de prisões por mortes de meninos no Pará». Câmara dos Deputados. Consultado em 24 de novembro de 2017 
  8. «Entenda o caso do acusado de matar 42 meninos». Jornal Potal Terra. Consultado em 24 de novembro de 2017 
  9. «Ilana Casoy: Criminalística e Criminologia Aplicadas à Investigação de Crimes em Série». Instituto Brasileiro de Ciências Criminais (por academia.edu). Consultado em 24 de novembro de 2017 
  10. «42 histórias de horror». Revista Época. Consultado em 24 de novembro de 2017 
  11. «No banco dos réus». Istoé Independente. Consultado em 24 de novembro de 2017 
  12. «MPMA realiza Jornada de enfrentamento à violência sexual contra crianças e adolescentes». Ministério Público do Maranhão. Consultado em 24 de novembro de 2017