Castelo de Quesa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Castelo de Quesa localiza-se no município de Quesa, província de Valência, na comunidade autónoma da Comunidade Valenciana, na Espanha.

História[editar | editar código-fonte]

Em posição dominante no alto de uma elevação vizinha à povoação, trata-se de uma fortificação de origem muçulmana, de reduzidas dimensões, erguida por volta do século XI.

No contexto da Reconquista cristã da região, foi abandonada após a sua conquista pelas forças de Jaime I de Aragão.

O castelo foi incendiado, como o demonstram os restos carbonizados identificados nos substratos inferiores do solo. No século XX, as pedras do conjunto foram reaproveitadas nas décadas de 1950 e 1960 para a construção de calçadas em um olival das vizinhanças. Recentemente, o ayuntamiento ergueu uma torre repetidora de sinais de televisão no centro da praça de armas do castelo, aumentando a descaracterização do sítio.

Actualmente em ruínas, são visíveis ainda alguns restos dispersos das bases das muralhas, de uma torre, de algumas das dependências internas e da cisterna.

A lenda do castelo[editar | editar código-fonte]

Existe uma lenda local sobre o castelo, segundo a qual existe uma galeria em seu interior, que desce até à povoação. Por ela teriam escapado os mouros ao cerco imposto pelos cristãos. A lenda apoia-se no facto de que, em várias casas da povoação, o solo ter afundado em diversas ocasiões, sempre numa mesma linha, colocando a descoberto uma larga galeria que se perdia em direcção às hortas vizinhas.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre um castelo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.