Castelo de Salobreña

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Castelo de Salobreña, Espanha.
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa. Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.

O Castelo de Salobreña localiza-se na cidade e município de Salobreña, na província de Granada, comunidade autónoma da Andaluzia, na Espanha.

Constitui-se no monumento mais importante daquela localidade, no Sudeste do país.

História[editar | editar código-fonte]

Há notícias da existência de uma fortificação muçulmanos no local desde o século X. Ainda que a sua estrutura corresponda à edificação erguida no período Nazarí, o actual castelo é fruto das contribuições da arquitectura islâmica e cristã.

Encontra-se sob a proteção da Declaração genérica do Decreto de 22 de abril de 1949, e da Lei n° 16/1985 sobre o Património Histórico Espanhol. No ano de 1993 a Junta de Andalucía outorgou reconhecimento especial aos castelos da Comunidade Autónoma de Andaluzia.

Características[editar | editar código-fonte]

O castelo apresenta três recintos: o mais interno corresponde, em sua disposição, à antiga alcáçova Nazarí; os outros dois, com função eminentemente defensiva, constituem-se numa ampliação castelã de finais do século XV. Aprazíveis jardins internos envolvem os volumes arquitectónicos. Do alto das suas torres pode-se abarcar a malha urbana de Salobreña e a paisagem envolvente, o que o torna em um dos monumentos mais visitados da Costa Granadina.


Ícone de esboço Este artigo sobre um castelo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Castelo de Salobreña