Catástrofe do vácuo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

Na cosmologia, o problema da constante cosmológica ou a catástrofe do vácuo é o desacordo entre os valores observados da densidade de energia do vácuo (o pequeno valor da constante cosmológica) e o grande valor teórico da energia de ponto zero sugerido pela teoria do campo quântico[1] .[2] Dependendo do corte de energia de Planck e outros fatores, a discrepância é tão alta quanto 120 ordens de magnitude, algo descrito pelos físicos como "a maior discrepância entre teoria e experiência de toda a ciência" e "a pior previsão teórica na história da física".[3]

Referências

  1. Adler, Ronald J.; Casey, Brendan; Jacob, Ovid C. (1995). «Vacuum catastrophe: An elementary exposition of the cosmological constant problem». American Journal of Physics. 63 (7): 620–626. ISSN 0002-9505. doi:10.1119/1.17850 
  2. S. Weinberg “The cosmological constant problem”, Review of Modern Physics 61 (1989), 1-23.
  3. MP Hobson, GP Efstathiou & AN Lasenby (2006). General Relativity: An introduction for physicists Reprint ed. [S.l.]: Cambridge University Press. p. 187. ISBN 978-0-521-82951-9 
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.