Catanduvas (Paraná)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Para outras cidades com este nome, veja Catanduvas.
Município de Catanduvas
Bandeira desconhecida
Brasão desconhecido
Bandeira desconhecida Brasão desconhecido
Hino
Aniversário 25 de julho
Fundação 25 de julho de 1960
Gentílico catanduvense
Prefeito(a) Moises Aparecido de Souza (PSD)
(2017–2020)
Localização
Localização de Catanduvas
Localização de Catanduvas no Paraná
Catanduvas está localizado em: Brasil
Catanduvas
Localização de Catanduvas no Brasil
25° 12' 10" S 53° 09' 25" O25° 12' 10" S 53° 09' 25" O
Unidade federativa  Paraná
Mesorregião Oeste Paranaense IBGE/2008 [1]
Microrregião Cascavel IBGE/2008 [1]
Região metropolitana Cascavel
Municípios limítrofes Cascavel, Guaraniaçu, Ibema, Quedas do Iguaçu, Três Barras do Paraná
Distância até a capital 476 km
Características geográficas
Área 581,754 km² [2]
População 10,463 hab. Censo IBGE/2010[3]
Densidade 0,02 hab./km²
Altitude 762 m
Clima Subtropical cfa
Fuso horário UTC−3
Indicadores
IDH-M 0,717 alto PNUD/2000 [4]
PIB R$ 138 091,709 mil IBGE/2008[5]
PIB per capita R$ 14 161,80 IBGE/2008[5]
Página oficial

Catanduvas é um município do estado do Paraná, no Brasil. O município abriga uma penitenciária federal de segurança máxima inaugurada em 2006.

Topônimo[editar | editar código-fonte]

"Catanduva" é palavra de origem tupi que significa "ajuntamento de mata dura", através da junção dos termos ka'a (mata), atã (duro) e tyba (ajuntamento)[6]. É uma referência à vegetação com árvores de troncos e galhos retorcidos recobertos por casca grossa e resistente ao fogo. Este nome designava a fisionomia mais característica do cerrado brasileiro.

História[editar | editar código-fonte]

O início da história de Catanduvas nos remete ao ano de 1889, quando o novo governo da república estendeu uma linha telegráfica desde Guarapuava até Foz do Iguaçu, instalando em Catanduvas um posto intermediário de comunicação. Inicialmente a localidade era denominada de Barro Preto, sendo posteriormente chamada pelo nome atual. Provavelmente, o nome tenha relação com a vasta presença de pinheiros que acabaram sendo devastados para o fornecimento de madeira e abertura das terras para a agricultura. A Lei Estadual 1 383, de 14 de março de 1914, criou o distrito de Catanduvas.

O município pertencia à cidade de Laranjeiras do Sul, tendo se desmembrado em 1960, e posteriormente deu origem a dois municípios com que faz divisa atualmente: Três Barras do Paraná e Ibema.

O primeiro prefeito foi Augusto Gomes de Oliveira Júnior, eleito em 1961, tendo como vice, Jorge Bernardo Bueno. O principal acesso rodoviário ao município é a rodovia PR-471, também conhecida como Rodovia Osório Alves de Oliveira.

Revolução de 1924[editar | editar código-fonte]

O município teve uma participação importante na Revolução de 1924, quando foi palco de batalhas entre legalistas e tropas do tenente Miguel Costa, na tentativa de aguardar a chegada da Coluna Prestes, vinda do sul do Brasil. Até a dissolução das forças de Miguel Costa, houve mais de 1.000 mortes nas batalhas ocorridas na cidade. Alguns tenentes e poucos revolucionários esperaram a Coluna Prestes, já no ano de 1925, quando estes se reagruparam e iniciaram sua longa jornada[7].

Referências

  1. a b «Divisão Territorial do Brasil». Divisão Territorial do Brasil e Limites Territoriais. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 1 de julho de 2008. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  2. IBGE (10 out. 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 dez. 2010 
  3. «Censo Populacional 2014» (PDF). Censo Populacional 2014. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2014. Consultado em 11 de dezembro de 2014 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 dez. 2010 
  6. NAVARRO, E. A. Método moderno de tupi antigo: a língua do Brasil dos primeiros séculos. 3ª edição. São Paulo. Global. 2005. p. 56.
  7. REVOLUÇÃO DE 1924 - Um Oeste entre trincheiras e balas - Há quase 90 anos, Catanduvas tornava-se palco estratégico do conflito entre revolucionários e legalistas, que deixou cerca de mil mortos Gazeta do Povo de 2014
Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado do Paraná é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.