Catedral Metropolitana de Passo Fundo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Catedral Metropolitana de Passo Fundo
Catedral Nossa Senhora Aparecida
Construção 1949-1950
Inauguração 20 de janeiro de 1950 (72 anos)
Diocese Arquidiocese de Passo Fundo
Website Catedral Metropolitana de Passo Fundo
Geografia
País  Brasil
Cidade Passo Fundo (RS) - Brasao.pngPasso Fundo, Rio Grande do Sul
Endereço Avenida General Neto, Centro.

A Catedral Metropolitana de Passo Fundo - Nossa Senhora Aparecida é um templo religioso católico do município brasileiro de Passo Fundo, estado do Rio Grande do Sul, onde se encontra a cátedra da Arquidiocese de Passo Fundo.[1]

Histórico[editar | editar código-fonte]

Em 1832, Joaquim Fagundes dos Reis, a primeira autoridade nomeada pelo Império do Brasil para administrar as terras de Passo Fundo, concedeu licença para a construção de uma capela, que permaneceu até meados do Século XX. O templo estava quase em ruínas quando foi reconstruído, sem perder a identidade do projeto, com a ajuda do arquiteto e escultor rio-grandense Vitorino Zani. A então Igreja Matriz Nossa Senhora Aparecida só foi reaberta em janeiro de 1950, pelo decreto de Dom Antônio Reis, na época bispo de Santa Maria.[2]

Sua fachada em estilo romano e os inúmeros painéis de Aristarch Kaszkurewig permanecem inalterados, assim como seu interior e suas famosas janelas de vitrais. Conta com um antigo relógio, que funciona em harmonia com um sino, tocando a cada quinze minutos.[3]

Em 12 de fevereiro de 1950 recebeu seu primeiro pároco, padre Laurentino Tagliari. No dia 22 de julho de 1951, a Diocese de Passo Fundo foi criada, com o templo elevado à condição de Catedral, sendo empossado seu primeiro bispo. Em 13 de dezembro de 2009, antecipando a celebração dos 60 anos de Paróquia, foi realizado o Rito da Dedicação da Catedral. Em julho de 2011 foi criada a Arquidiocese de Passo Fundo e, consequentemente, o templo recebeu a denominação de Catedral Metropolitana.[4][5]

Detalhes[editar | editar código-fonte]

Em estilo romano, comporta 1 070 pessoas. Seu primeiro bispo foi Dom João Cláudio Colling e seu primeiro Arcebispo Dom Pedro Ercílio Simon. É dedicada à Nossa Senhora Aparecida.[6]

Em 2020 teve início uma ampla reforma visando adequar o espaço às novas regras da Igreja.[7]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Arquidiocese de Passo Fundo». Arquidiocese de Passo Fundo (em Portuguese). Consultado em 3 de março de 2021 
  2. Branding, Alpina Digital (19 de janeiro de 2020). «Catedral Metropolitana de Passo Fundo completa 70 anos». Diário da Manhã. Consultado em 3 de março de 2021 
  3. «Overmundo - As badaladas na Catedral do Século XIX». Overmudo. Consultado em 3 de março de 2021 
  4. «Arquidiocese de Passo Fundo». Regional Sul 3 da CNBB. Consultado em 3 de março de 2021 
  5. Branding, Alpina Digital (19 de janeiro de 2020). «Catedral Metropolitana de Passo Fundo completa 70 anos». Diário da Manhã. Consultado em 3 de março de 2021 
  6. PROCERGS. «Um Grande Destino». Turismo no Rio Grande do Sul. Consultado em 3 de março de 2021 
  7. «"Cristo é o altar": Catedral Nossa Senhora Aparecida celebra a Dedicação do Altar - Notícias». Arquidiocese de Passo Fundo (em Portuguese). Consultado em 3 de março de 2021 
Ícone de esboço Este(a) artigo sobre capela, igreja ou catedral é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.