Catedral de Santa Virgem Maria

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Catedral de Santa Virgem Maria
A Catedral de Santa Virgem Maria, na Bielorrússia.
A Catedral de Santa Virgem Maria, na Bielorrússia.
Local Minsk
País Bielorrússia
Religião Igreja Católica Romana


Estilo Barroco
Início da construção 1710
Fim da construção 1710
Site http://www.katedra.by/

A Catedral de Santa Virgem Maria (em bielorrusso: Архікатэдральны касцёл Імя Найсвяцейшай Панны Марыі) é uma catedral católica romana em estilo barroco localizada em Minsk. É a sede da Arquidiocese Católica Romana de Minsk-Mohilev.

Foi construída em 1710 como uma igreja para a casa dos Jesuítas. Em 1793, após a conquista da Bielorrússia pelos russos, a ordem jesuíta foi proibida e a igreja perdeu o status de sede. Logo, após a criação da diocese de Minsk, a igreja tornou-se a catedral local. A Catedral foi fortemente danificada por um incêndio em 1797, sendo totalmente renovada mais tarde. Em 1869, a diocese de Minsk foi liquidada e a igreja passou a ter um status parafial. Em novembro de 1917, a diocese foi restaurada; Zygmunt Lazinski foi nomeado como bispo.

Em 1920, Lazinski foi detido pelas autoridades soviéticas, e a catedral foi fechada em 1934. Durante a Segunda Guerra Mundial, os alemães permitiram novamente o funcionamento da catedral, mas após a guerra, esta foi novamente fechada pelos soviéticos. Em 1951, os campanários da catedral foram intencionalmente destruídos pela artilharia soviética.

No início da década de 1990, os serviços religiosos começaram novamente. Em 1993, o edifício foi dado de volta para os católicos romanos, em 1997, foi renovado. Em 2005, a igreja foi dotada de um novo órgão fabricado na Áustria. Ao mesmo tempo, os afrescos criados no século 18 também foram restaurados.

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Catedral de Santa Virgem Maria