Categoria Discussão:!Tutorial

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

ORIGEM E SIGNIFICADO DO SOBREMONE

A origem exata do sobrenome Naghettini é incerta, mas após uma longa pesquisa descobrimos que advém dos países Nórdicos da Europa, mais ou menos da região do atual país da Finlândia “Nightini”. Alguns acredita-se que possa ter originado de um apelido, derivado de uma característica física ou pessoal de quem o deu origem, ou mesmo de um nome de árvore ou animais. Atualmente, verificamos que se parece com o nome de pássaro de Nightingale, que vive na Europa. Nos tempos passados, por volta do século XII, antes que um sistema hereditário de sobrenomes familiares fosse desenvolvido, era comum identificar as pessoas pelo apelido, pelo nome de pássaros ou árvore . No início da Idade Média os sobrenomes tornaram-se essenciais e as pessoas eram registradas usando os nomes pelos quais eram geralmente conhecidas. O sobrenome surgiu na cidade de Sarcedo ( Sarcedo (CEP 36030) pertence à província de Vicenza e é de 22 quilômetros longe de Vicenza, que é o chefe da Cidade província homônima) na região de Veneza – Itália, que na época, tinham pequenos agricultores de uvas e alimentos de subsistência.. Este era o sobrenome de uma antiga e ilustre linhagem italiana da região de Vicenza - Verona, com registros que datam do início do século XIII. Nesta época, humildes produtores rurais de vinho, carpinteiros e tecelões acumularam grandes riquezas e conquistaram prestigiosa ascensão política e social, exercendo grande influência na região, principalmente na venda de mercadoria para Veneza e Gênova. Com este sobrenome, alguns descendentes trabalharam em Gênova e Veneza, como empregados das grandes famílias de mercadores, no início do século XIII, para as famílias nobres da época, e que mais tarde também tiveram alguns títulos de nobreza, pelo trabalho e confiança dos grandes mercadores da época, tornando futuramente mercadores. Descendentes desta família foram grandes juristas, escritores, médicos, políticos, sendo um ramo dessa estirpe admitida na nobreza veneziana por volta de 1650. Este sobrenome também adquiriu fama na Itália por ter erquido as riqueza da Itália. Alguns Naghettini embarcaram para o Brasil, conduzidos por uma promessa de “vida nova” e por terras produtivas, pois nesta época, no final do século XIX, a seca assolava o sul da Itália, as plantações não germinaram e não tendo muita comida por lá, sendo assim vieram para o Brasil que foram conduzidos pelo meu tataravô Nicola Naghettini e sua esposa Margarida, com seus filhos Domenico (Mene), Giuseppe (Bepe), Luigi (Gigio/Gigetto) e Antônio (Toninho), Ângelo (Angelo) Naghettini.