Cavalo Amarelo

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cavalo Amarelo
Informação geral
Formato Telenovela
Criador(es) Ivani Ribeiro
País de origem  Brasil
Idioma original Português
Produção
Diretor(es) Henrique Martins
David José
Elenco Dercy Gonçalves
Yoná Magalhães
Fúlvio Stefanini
Rodolfo Mayer
(Ver mais)
Tema de abertura Ronda da Fortuna - Kleiton & Kledir
Exibição
Emissora de televisão original Brasil Rede Bandeirantes
Transmissão original 23 de junho de 1980 - 29 de novembro de 1980
N.º de episódios 137
Cronologia
Pé de Vento
Dulcinéa Vai à Guerra

Cavalo Amarelo foi uma telenovela brasileira produzida pela Rede Bandeirantes e exibida de junho a novembro de 1980 às 19h. Escrita por Ivani Ribeiro e dirigida por Henrique Martins e David José, com supervisão de Walter Avancini.[1]

Trama[editar | editar código-fonte]

As desventuras da vida de Dulcinéa, uma ex-vedete do teatro rebolado, às voltas com a perspectiva de perder seu teatro, o Mambembe, cujo prédio pertence a uma família rica e tradicional, os Maldonado. Eles vivem liderados pelo patriarca Salvador Maldonado, que manda em todos os filhos, ainda que já sejam adultos. Um deles, Téo, é noivo de Maria do Carmo, embora ame mesmo Pepita, sobrinha de Dulcinéa. A morte do velho Maldonado inicia a disputa pela herança e traz à tona um segredo: ele era pai de seu fiel empregado Zeca.[2]

Elenco[editar | editar código-fonte]

*fonte:[3]

Trilha Sonora[editar | editar código-fonte]

Nacional[editar | editar código-fonte]

  1. Roda da Fortuna - Kleiton & Kledir (tema de abertura)
  2. Incompatibilidade - Oswaldo Montenegro (tema de Téo)
  3. Condenados - Fátima Guedes (tema de Jaci)
  4. Pela Vida Afora - Raul Ellwanger
  5. Lugarejo - Nana
  6. Chovendo Na Roseira - Banda Bandeirantes
  7. Madrugada Tropical - Rubão Sabino
  8. Muitas Pessoas - Secos e Molhados
  9. O Dia Seguinte - Paulinho Nogueira (tema de Alberto)
  10. Inflação - Belo Xis
  11. Segredo - Cacá Bloise e Aroldo Santarosa
  12. Sou Apenas Uma Sombra - José Léo

Internacional[editar | editar código-fonte]

  1. Why Not Me - Fred Knoblock
  2. Pastures Green - Rod McKuen
  3. Dreaming - Stacy Lattisaw
  4. You Got To Lose - George Thorogood
  5. Love At The First Night - Sally Townsend
  6. Scarborough Fair - The September Strings
  7. Nature Boy - Jon Hendricks
  8. My World Is Empty Without You, Baby - Mary McCaslin
  9. Here, There And Everywhere - Rod McKuen
  10. Moments Of Happiness - Rosalie Sorrels
  11. Chances Are - Sally Townsend
  12. MacArthur Park - All That Brass

Complementar: Fundos Musicais[editar | editar código-fonte]

  1. Partido Alto - Orquestra Daniele Patucchi
  2. Castigo - Orquestra Ritz Ortolani
  3. All By Myself - Orquestra 88
  4. Peppermint Rainbow - Orquestra Daniele Patucchi
  5. Casanova And Company Theme - Orquestra Ritz Ortolani
  6. Grace - Orquestra Armando Trovaioli
  7. Tem Dendê - Orquestra Daniele Patucchi
  8. Adesso E' Tutto Qui - Orquestra Daniele Patucchi
  9. Cascate e Fiori - Orquestra Daniele Patucchi
  10. Goddess Woman - Orquestra Armando Trovaioli
  11. Small Town Pleasures - Orquestra Stelvio Cipriani
  12. Honey Moon In Three - Orquestra Armando Trovaioli

*fonte:[4]

Curiosidades[editar | editar código-fonte]

  • Cavalo Amarelo era a primeira telenovela inédita de Ivani Ribeiro depois de sua saída da TV Tupi.
  • A apresentadora Hebe Camargo fez uma participação na novela, no capítulo 57, durante a cena em que ocorre o enterro do personagem Maldonado.
  • Também participaram Moacyr Franco, Maria Alcina, Nelson Gonçalves, Tim Maia, José Vasconcelos e Dudu França.[5]
  • Ótima oportunidade para a comediante Dercy Gonçalves mostrar seu talento, numa rara incursão pela teledramaturgia, nesta história que durou o tempo exato, deixando de lado os "esticamentos". Improvisava e fazia caretas o tempo todo, o que causava risos em seus interlocutores e na equipe técnica. Em uma cena, ao atender o telefone de um sequestrador disse Olá!, quando todos esperavam o tradicional Alô!.
  • No elenco, destaque para os bons trabalhos de Yoná Magalhães, Fúlvio Stefanini e Wanda Stefânia.[5]
  • Foi um dos últimos trabalhos dos atores Rafael de Carvalho e Rodolfo Mayer.
  • A Rede Bandeirantes reapresentou Cavalo Amarelo em 1983, pela manhã. De janeiro a julho de 1989, em 145 capítulos, às 16h50. E em forma compacta, de janeiro a março de 1996, em 70 capítulos, às 19h45.[5]
  • A história teve uma sequência, Dulcinéa Vai à Guerra, que não repetiu o mesmo sucesso, Ivani Ribeiro recusou-se a escrever a continuação e Sérgio Jockyman assumiria o texto.
  • Cavalo Amarelo e O Meu Pé de Laranja Lima (1980) foram grandes sucessos da Rede Bandeirantes (que herdara parte do público da extinta Rede Tupi) chegando inclusive a bater a audiência de As Três Marias e O Amor é Nosso da Rede Globo.

Referências

  1. *TELE Dramaturgia. «Cavalo Amarelo». Consultado em 6 de janeiro de 2014. 
  2. *TELE Dramaturgia. «Sinopse: Cavalo Amarelo». Consultado em 6 de janeiro de 2014. 
  3. *TELE Dramaturgia. «Elenco: Cavalo Amarelo». Consultado em 6 de janeiro de 2014. 
  4. *TELE Dramaturgia. «Trilha Sonora: Cavalo Amarelo». Consultado em 6 de janeiro de 2014. 
  5. a b c *TELE Dramaturgia. «Bastidores: Cavalo Amarelo». Consultado em 6 de janeiro de 2014.  Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "cavaloamarelo5" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes Erro de citação: Código <ref> inválido; o nome "cavaloamarelo5" é definido mais de uma vez com conteúdos diferentes

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre telenovelas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Televisão no Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.