Ceceio

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O ceceio (em espanhol: ceceo) é um fenómeno linguístico da língua espanhola pelo qual os fonemas representados pelas grafias "c" (antes de "e" ou "i"), "z" e "s" tornam-se equivalentes, assimilando-se à consoante fricativa dental surda [θ], embora distintas foneticamente.[1]

Embora seja algo pouco frequente, o fenômeno também é encontrado em certas partes da América Latina. Os "dialectologistas" muito atentos encontraram nos cantos americanos; ocasionalmente em Porto Rico, Honduras e Venezuela.[2][3] Além disso, uma publicação da Universidade de Oviedo observa que há falantes ceceantes na Argentina e no Chile.[4]

Referências

  1. Penny 1993, p. 103.
  2. «Historia del ceceo y del seseo españoles» (PDF). Central Virtual Cervantes. Consultado em 18 de março de 2016 
  3. Lapesa, Rafael. «Sobre El Ceceo y el Seseo en Hispanoamérica». Universidade de Madrid 
  4. Álvarez, Alfredo. Hablar en español: la cortesía verbal, la pronunciación estándar del español, las formas de expresión oral. [S.l.]: Universidade de Oviedo 

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Penny, Ralph (1993). Gramática histórica del español. Barcelona: Ariel. ISBN 84-344-8265-7 

Leituras posteriores[editar | editar código-fonte]

  • Alvar, Manuel (ed.) (1999). Manual de dialectología hispánica: el español de España. Barcelona: Ariel 
  • Zamora Vicente, Alonso (1996). Dialectología Española. Madrid: Gredos 
Ícone de esboço Este artigo sobre linguística ou um linguista é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.