Celeirós (Sabrosa)

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Celeirós do Douro)
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, o que compromete a verificabilidade (desde fevereiro de 2014). Por favor, insira mais referências no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Disambig grey.svg Nota: Para outros significados, veja Celeirós.
Portugal Portugal Celeirós 
  Freguesia  
Celeirós está localizado em: Portugal Continental
Celeirós
Localização de Celeirós em Portugal
Coordenadas 41° 14' 29" N 7° 33' 17" O
País Portugal Portugal
Concelho SBS.png Sabrosa
Fundação 4 de Dezembro de 1160
Administração
- Tipo Junta de freguesia
- Presidente Vítor Manuel Varela Macedo Cardoso (PS)
Área
- Total 5,25 km²
População (2011)
 - Total 222
    • Densidade 42,3 hab./km²
Código postal 5060
Orago São Pedro

Celeirós, também referida como Celeirós do Douro, é uma freguesia portuguesa do concelho de Sabrosa, com 5,25 km² de área e 222 habitantes (2011). A sua densidade populacional é 42,3 hab./km².

População[editar | editar código-fonte]

Número de habitantes [1]
1864 1878 1890 1900 1911 1920 1930 1940 1950 1960 1970 1981 1991 2001 2011
681 943 589 625 583 582 618 663 617 545 412 404 315 267 222

(Obs.: Número de habitantes "residentes", ou seja, que tinham a residência oficial neste concelho à data em que os censos se realizaram.)

Distribuição da População por Grupos Etários em 2001 e 2011
Idade 0-14 15-24 25-64 > 65 0-14 15-24 25-64 > 65
2001 42 45 127 53 15,7% 16,9% 47,6% 19,9%
2011 42 16 111 53 18,9% 7,2% 50,0% 23,9%

Localização[editar | editar código-fonte]

Suspensa sobre o vale do Rio Pinhão, Celeirós encontra-se a cerca de 5 km da sede de concelho e e 12 km da localidade do Pinhão.

História[editar | editar código-fonte]

D. Afonso Henriques concedeu-lhe o foral a 4 de Dezembro de 1160, em tempos da fundação da nacionalidade.[2]

O seu vinho branco foi considerado, em 1758, de "feitoria" (fabrico) fino, referindo-se à sua qualidade.[2]

Esta freguesia usufrui dos serviços de recolha de lixo, rede pública de abastecimento de água e de águas residuais, centro de dia, extensão do centro de saúde, posto de Correio, escola do 1.º Ciclo do Ensino Básico e mini-mercado. Alguns destes serviços beneficiam também as freguesias limítrofes.

Património[editar | editar código-fonte]

Arquitectura[editar | editar código-fonte]

  • Casa do Conde de Bulhão (Século XIX)[2]
  • Casa dos Botelhos Pimenteis (Séculos XVII-XVIII)[2]
  • Casa da Fonte Linda: Casa brasonada com trabalho artístico onde se destaca a capela, de meados do século XVIII)[2]
  • Casa do Bucheiro (Século XIII): das poucas casas solarengas do Douro, na posse dos fundadores. Edifício da arquitectura senhorial, com capela, onde se encontra o brasão[2]
  • Casa dos Vilares (princípio do Século XX): brasonada[2]
  • Casa do Padre Fausto (Século XVIII): brasonada[2]

Em Celeirós podem ainda ser apreciadas duas custódias representativas da arte sacra portuguesa:

Gastronomia[editar | editar código-fonte]

Pratos típicos da vindima[editar | editar código-fonte]

  • Milhos de vinha de alhos
  • Arroz de feijão com bacalhau frito
  • Pão de milho com sardinha assada
  • Sopa de abóbora
  • Cabrito assado no forno
  • Bola de carne

Doces típicos[editar | editar código-fonte]

Vinhos[editar | editar código-fonte]

Festas e Romarias[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Instituto Nacional de Estatística (Recenseamentos Gerais da População) - https://www.ine.pt/xportal/xmain?xpid=INE&xpgid=ine_publicacoes
  2. a b c d e f g h FREITAS, Fernando Martins de. (Coordenado por Barroso da Fonte) (2001). «Dicionário dos mais ilustres Transmontanos e Alto Durienses (Vol. III)». Editora Cidade Berço citado pelo Semanário Notícias do Douro. Consultado em 27 de fevereiro de 2014 
Ícone de esboço Este artigo sobre freguesias portuguesas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.