Censura da Wikipédia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Wikipedia.cenzored.png

A censura da Wikipédia é um tipo de censura na internet, dirigida ao site da Wikipedia. A censura na Internet é um termo geral para o controle, a exclusão ou o bloqueio do que se pode ter acesso, divulgar, ou ver na linha.

A censura pode ser realizada pelos governos, organizações privadas, os administradores ou pela própria iniciativa. As causas da censura podem ser diversas. Têm sucedido em várias partes do mundo como na China, Reino Unido, França[1] e Paquistão; em alguns casos pode ser de tipo parcial ou total.

Também existe uma forma de autocensura simbólica, a um modo de protesto de parte da própria Wikipedia.

Por países[editar | editar código-fonte]

Alemanha[editar | editar código-fonte]

Em 13 de novembro de 2008, a versão da Wikipédia alemã foi bloqueada e redirecionada temporariamente para de.wikipedia.org, a raiz de uma denúncia feita pelo deputado Lutz Heilmann em desconformidade com alguns dados de sua biografia que figuravam em seu próprio artigo da versão alemã.[2] O tribunal do condado de Lübeck tinha assegurado que dito bloqueio duraria quatro semanas, mas o deputado retirou as acusações três dias depois, em 16 de novembro.[3][4] Também tem realizado ações legais contra três editores que tinham participado do dito artigo.

Arábia Saudita[editar | editar código-fonte]

Em 11 de julho de 2006, o governo saudita bloqueou o acesso ao Google e a Wikipédia por seu conteúdo sexual e politicamente sensível. Muitos dos artigos da Wikipédia em inglês e árabe estão censurados na Arabia Saudita.[5]

França[editar | editar código-fonte]

Em abril de 2013, um artigo da Wikipédia que descreve a estação militar de rádio em Pierre-sur-Haute atraiu a atenção da agência de inteligência francesa DCRI (Direction centrale du renseignement intérieur). A agência pediu que o artigo sobre a instalação fosse retirado da Wikipedia em língua francesa. O DCRI pressionou Rémi Mathis, um residente francês e administrador da Wikipedia francesa, para suprimir o artigo.[6][7] A Fundação Wikimedia perguntou ao DCRI que partes do artigo foram a causa do problema, assinalando que a informação do artigo reflete com exactidão um documentário de 2004 realizado por Télévision Loire 7, uma estação local de televisão francesa, que está disponível gratuitamente em Internet.[8] A DCRI negou-se a dar estes detalhes, e reiterou sua demanda de exclusão do artigo. De acordo com um comunicado emitido pela Wikimedia França em 6 de abril de 2013:

O DCRI reuniu um voluntário da Wikipédia em seus escritórios em 4 de abril de 2013. Este voluntário, que era um daqueles que têm acesso às ferramentas que permitem a remoção de páginas, foi forçado a excluir o artigo, enquanto ele estava nos escritórios da DCRI, ele foi colocado em tal forma que ele estaria sob custódia e seria processado se ele não cumprisse. Sob pressão, ele não teve escolha a não ser excluir o artigo, apesar de explicar à DCRI que não é assim que a Wikipédia funciona. Ele alertou que os outros operadores do sistema que tentam recuperar o artigo cumprem sua responsabilidade perante a lei. Este voluntário não tinha nenhum link para esse artigo, uma vez que nunca o publicou e nem sequer sabia de sua existência antes de entrar nos escritórios da DCRI. Ele foi escolhido e convocado porque era fácil de identificar, dadas suas ações promocionais habituais de projetos da Wikipédia e da Wikimedia na França.
— - Wikimedia Francia[9]
Os usuários britânicos que tentaram acessar a página de Virgin Killer, na Wikipédia em inglês, se encontraram com o Erro 404

Mais adiante, o artigo foi restaurado por um contribuinte da Wikipédia residente na Suíça.[10] Como resultado da controvérsia, o artigo foi a página mais lida na Wikipedia em francês, com mais de 120.000 visitas durante o fim de semana de 6-7 de abril de 2013.[11][12] Ademais, o artigo tem sido traduzido a vários idiomas, depois de ganhar notoriedade após o incidente.[13] O diário francês 20 minutos, Ars Technica, e uma publicação em Slashdot, assinalaram como um exemplo do efeito Streisand em ação.[11][14][15]

República Popular da China[editar | editar código-fonte]

Turquia[editar | editar código-fonte]

Em 29 de abril de 2017 às 08:00, horário local, entrou em vigor um bloqueio a todas as edições da Wikipedia, ordenado por um juiz em Ancara a petição da Autoridade das Tecnologias da Comunicação e a Informação (BTK, por suas siglas em turco), o órgão regulador nacional.[16]

Venezuela[editar | editar código-fonte]

Relatório da Netblocks do incidente em desenvolvimento do bloqueio da Wikipédia na Venezuela pela CANTV em 12 de janeiro de 2019.

Na tarde de 12 de janeiro de 2019, o observatório da internet NetBlocks coletou uma evidência técnica do bloqueio de todas as edições da Wikipédia na Venezuela. As restrições foram implementadas pela CANTV, o maior provedor de telecomunicações do país. NetBlocks identificou uma interrupção importante da rede afetando à infra-estrutura de telecomunicações, que coincidiu com outras restrições afetando a capacidade dos venezuelanos para aceder à informação nas 24 horas prévias. Acha-se que a causa é uma tentativa de suprimir o artigo da Wikipédia do recém nomeado presidente da Assembleia Nacional Juan Guaidó, que o incluía como "51.° Presidente da República Bolivariana da Venezuela". A informação coletada também mostra vários sites que recentemente tinham sido restringidos, significando que a instabilidade política no país pode ser a causa principal de um regime que tem o maior controle da Internet.[17]

Bloqueio auto-imposto[editar | editar código-fonte]

Captura de ecrã da página da Wikipédia em inglês durante o blecaute. Em letras grandes lê-se: «Imagine um mundo sem conhecimento livre.»

Este bloqueio auto-imposto realizou-se em 18 de janeiro de 2012 e teve como epicentro à Wikipédia em inglês, com motivo de protesto pelas propostas americanas das chamadas leis SOPA e PIPA. Durante o blecaute, a Wikipédia em inglês mostrava uma mensagem ao tentar acessar a qualquer uma de suas páginas que dizia:

Imagine um mundo

Sem conhecimento livre.

"Por mais de uma década, investimos milhões de horas para construir a maior enciclopédia de toda a história humana. Neste momento, o Congresso dos Estados Unidos está debatendo uma legislação que pode danificar fatalmente a Internet livre e aberta. Por 24 horas para despertar consciências, nós "desligamos" a Wikipedia ".
— Tradução da mensagem em 18 de janeiro de 2012

Outras Wikipédias, como a Wikipedia em alemão, e a Wikipedia em italiano[18] puseram cartazes em suas páginas principais como rejeição à lei, a edição em espanhol e a edição em japonês também fizeram, entre outras.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. «Wikimedia Argentina:Wikipedia en francés: información confidencial y libertad de expresión.» 
  2. Deutsche Welle (16 de novembro de 2008)«Bloqueiam portal de Wikipedia em alemão por denúncia de deputado»
  3. Ohmynews (16 de novembro de 2008). «Local Wikipedia Blocked by German MP»
  4. A Voz de Galiza (17 de novembro de 2008).«Um deputado bloqueia 24 horas o site de Wikipedia em alemão»
  5. «Wikipedia:List of Wikipedia articles censored in Saudi Arabia» (em inglês) 
  6. «www.theguardian.com/world/2013/apr/07/french-secret-service-wikipedia-page» 
  7. «www.heise.de/newsticker/meldung/Franzoesischer-Geheimdienst-verlangt-Loeschung-eines-Wikipedia-Artikels-1836501.html» 
  8. «www.lepoint.fr/chroniqueurs-du-point/guerric-poncet/wikipedia-et-dcri-la-chaine-locale-s-attend-a-etre-censuree-09-04-2013-1652341_506.php» 
  9. «blog.wikimedia.fr/dcri-threat-a-sysop-to-delete-a-wikipedia-article-5493» 
  10. «www.lemonde.fr/technologies/article/2013/04/06/la-dcri-accusee-d-avoir-force-illegalement-la-suppression-d-un-article-de-wikipedia_3155405_651865.html» 
  11. a b «arstechnica.com/tech-policy/2013/04/wikipedia-editor-allegedly-forced-by-french-intelligence-to-delete-classified-entry/» 
  12. «stats.grok.se/fr/201304/Station_hertzienne_militaire_de_Pierre-sur-Haute» 
  13. «www.wikidata.org/wiki/Q10369016» 
  14. «www.20minutes.fr/web/1132567-20130406-dcri-accusee-avoir-exige-suppression-article-wikipedia» 
  15. «yro.slashdot.org/story/13/04/06/139216/french-intelligence-agency-forces-removal-of-wikipedia-entry» 
  16. «Wikipedia blocked in Turkey». Turkey Blocks 
  17. «Wikipedia blocked in Venezuela as internet controls tighten». NetBlocks (em inglês) 
  18. Wikipedia en italiano, Wikipedia:Comunicato del 18 gennaio 2012 (em italiano), enlace permanente [1]