Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Peixes Continentais

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde janeiro de 2011). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Centro Nacional de Pesquisa de Peixes Tropicais (CEPTA/ICMBio) é um centro de pesquisa brasileiro, órgão do Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade, sediado na cidade de Pirassununga.

Ocupa uma área de 273 ha, no Distrito de Cachoeira de Emas, às margens do Rio Mojiguaçu. Sua entrada principal fica na SP-201.

Possui uma biblioteca, denominada "Rodolpho von Ihering", que possui um acervo remanescente da Estação Experimental de Biologia e Piscicultura de Pirassununga, contando com um dos mais importantes acervos brasileiros nas áreas de pesca, aqüicultura e áreas correlatas.

É um centro encarregado de produzir e difundir conhecimentos científicos, tecnológicos, sócioeconômicos e ambientais para ordenamento do uso sustentável dos ecossistemas aqüáticos continentais, com ênfase nos recursos ictíicos tropicais de água doce, visando à execução de políticas nacionais de meio ambiente para melhoria da qualidade de vida das presentes e futuras gerações.

Histórico[editar | editar código-fonte]

1937 - organização da Estação de Piscicultura em Pirassununga, então órgão do Ministério da Agricultura.

1938 - aquisição de 110 alqueires para instalação da Estação de Piscicultura, distantes à 800 metros da Cachoeira de Emas no rio Mogi-Guaçu.

1939 - inauguração da Estação Experimental de Piscicultura.

1942 - passou a ser denominada de Estação Experimental de Biologia e Piscicultura (EEBP).

1979 - transformada em Centro de Pesquisa e Treinamento em Aqüicultura.

1993 - passou a ser denominado Centro Nacional de Pesquisa de Peixes Tropicais.

2000 - passou a ser denominado Centro Nacional de Pesquisa e Conservação de Peixes Continentais.

2007 - passou a ser administrada pelo Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade - ICMBIO.

Ver também[editar | editar código-fonte]