Centro de Assistência Social Lucinda Anino dos Santos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Centro de Assistência Social Lucinda Anino dos Santos
Entrada do Centro Infantil de S. João.
Fundação 1931
Propósito Instituição de solidariedade social
Sede Lagos
Fundadores Lucinda Anino dos Santos
Cesaltina Roque
Antigo nome Patronato de Nossa Senhora do Carmo
Sítio oficial caslas.pt

O Centro de Assistência Social Lucinda Anino dos Santos (também conhecido por CASLAS) é uma instituição de solidariedade social, sedeada na cidade de Lagos, em Portugal.

Origens[editar | editar código-fonte]

Em 1931, Lucinda Anino dos Santos e Cesaltina Roque fundaram o Patronato de Nossa Senhora do Carmo, organização sedeada no Convento das Carmelitas Descalças, que prestava educação e alimentação a jovens desfavorecidas, com o apoio da Juventude Católica Feminina e do Bispado de Faro.[1][2] A partir de 1944, a instituição ganhou sede própria, adoptando um sistema de sócios para se apoiar financeiramente. Também organizou, com o apoio de várias pessoas, diversas festas e peditórios, para a angariação de fundos.

Expansão[editar | editar código-fonte]

Em 1954, devido à escassez de verbas, Lucinda Anino dos Santos alterou os estatutos da organização, tornando-a independente do Bispado de Faro. Alterou o nome da organização para Centro de Assistência Social de Nossa Senhora do Carmo, passando a receber subsídios do estado. Altera também o seu raio de acção, passado a prestar assistência a menores, grávidas e lactentes. Em 1959, a organização muda-se para o Palácio dos Veigas, na Rua da Extrema, sendo auxiliada pelo Governo Civil de Faro no pagamento da renda.

Em 1960, iniciou-se a construção de uma nova sede, o Edifício do Centro de Assistência Polivalente de Nossa Senhora do Carmo, no Rossio de São João, na antiga freguesia de S. Sebastião. Este edifício abriu ao público dois anos depois, funcionando apenas como dispensário materno-infantil, pois a sua construção ainda não tinha sido terminada. Só em 1969 é que se efectuou a transferência definitiva, passando a ser a sede da instituição. Em 1971, abriu ao público uma creche e um jardim de infância nas instalações de São João. Em 1982, foram alterados os estatutos, passando a instituição a denominar-se Centro de Assistência Social Lucinda Anino dos Santos (CASLAS), em memória à sua fundadora.[1] As instalações da instituição foram integradas no Centro Infantil de São João, aonde também se encontram os escritórios da Segurança Social de Lagos.

Em 1988, o CASLAS, em cooperação com a Câmara Municipal de Lagos e o Centro Regional de Segurança Social de Faro, abriu três novas equipamentos destinados a crianças: o Centro Infantil de Santo Amaro, na antiga freguesia de São Sebastião, Centro Infantil de Bensafrim e Centro Infantil da Luz. Em 1990, entrou ao serviço o Centro Infantil do Chinicato.

Referências

  1. a b FERRO, 2007:389-391
  2. CEROL, 2003:30

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • CEROL, A. M. Cristiano (2003). Homens do meu tempo de menino 10ª ed. Lagos: Grupo dos Amigos de Lagos. 89 páginas. ISBN 972-8129-09-2 
  • FERRO, Silvestre Marchão (2002). Vultos na Toponímia de Lagos. Lagos: Câmara Municipal de Lagos. 358 páginas. ISBN 972-8773-00-5 


Ícone de esboço Este artigo sobre filantropia ou organizações de caridade é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.