Centro de Astrofísica da Universidade do Porto

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Logótipo do CAUP
Vista do edifício do CAUP, a partir do jardim interior
Fachada do Edifício do CAUP/Planetário do Porto

O Centro de Astrofísica da Universidade do Porto (CAUP) é o maior instituto de investigação em Astronomia em Portugal, com mais de 60 pessoas. Desde 2000 que é avaliado como "Excelente" por painéis internacionais, organizados pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia (FCT). Foi criado em Maio de 1989 pela Universidade do Porto. É uma associação científica e técnica privada, sem fins lucrativos e reconhecida de utilidade pública.[1]

Inscreve entre os seus objectivos apoiar e promover a Astronomia, nomeadamente:

  • a investigação científica,[2]
  • a formação ao nível pós-graduado e universitário[3],
  • o ensino da Astronomia ao nível não universitário (ensino básico e secundário)
  • a divulgação da ciência e promoção da cultura científica.[4]

É da responsabilidade do CAUP a gestão científica[5] do Planetário do Porto - Centro Ciência Viva.

O CAUP é co-financiado pela Universidade do Porto, pela Fundação para a Ciência e a Tecnologia, por fundos da Comissão Europeia e por outros fundos/receitas próprias.

Equipas de investigação[editar | editar código-fonte]

A atividade de investigação do CAUP tem lugar através do Instituto de Astrofísica e Ciências do Espaço, uma unidade de I&D da FCT que resulta de uma parceria entre, o CAUP na Universidade do Porto, e a FFCL na Universidade de Lisboa.

As equipas de investigação estão organizadas nos seguintes tópicos/linhas temáticas:

Directores[editar | editar código-fonte]

  • 1989-2005: Maria Teresa V. T. Lago
  • 2006-2012: Mário João P. F. G. Monteiro
  • 2013-2014: Pedro Pina Avelino
  • 2015-: João José F. G. A. Lima[6]

Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]