Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Pernambuco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa

O Centro de Ciências da Saúde (CCS) da Universidade Federal de Pernambuco foi criado em 1976 com a fusão de várias escolas superiores do Recife. No campo da pesquisa científica, destacam-se as investigações nas áreas de transplantes e de patologias regionais, relacionadas à fome crônica e à desnutrição. Destaque para o Núcleo de Ensino, Pesquisa e Assistência em Filariose (Nepaf), reconhecido como centro internacional de treinamento. O CCS participa da seleção e da capacitação de profissionais para atuar no Programa de Saúde da Família e criou há dois anos o Núcleo de Atenção ao Idoso (NAI).

História[editar | editar código-fonte]

Em 10 de maio de 1903 foi criada a Escola de Farmácia do Recife, por consentimento do Governador do Estado de Pernambuco, Dr. Arnóbio Gonçalves Ferreira, funcionando inicialmente nas instalações da Escola de Engenharia do Recife. Na época o curso completo era ministrado em dois anos, tendo como disciplinas: Química Mineral e Orgânica, Farmácia Galênica, Farmácia Química, História Natural e Matéria Médica, e durante os três primeiros anos diplomou oito farmacêuticos.

Em 14 de janeiro de 1913, na sede da Sociedade de Medicina de Pernambuco, foi fundada a Escola de Odontologia de Pernambuco sendo instalada em fevereiro do mesmo ano e reconhecida por Ato do Ministro da Justiça de 13 de março de 1915.

Em 5 de outubro de 1914, na Escola de Farmácia, teve início a idéia de criação da Faculdade de Medicina do Recife, criada em 15 de abril de 1915, instalada em 20 de abril de 1920 e reconhecida por Ato do Ministro da Justiça de 27 de julho de 1927.

Em 1926 ocorre a fusão da Escola de Odontologia à Escola de Farmácia, passando a constituir a Escola de Farmácia e Odontologia do Recife que veio a se unir à Faculdade de Medicina em um só instituto, onde eram ministrados os Cursos Médicos, Odontológicos e Farmacêuticos.

Em 1946, o Governo do Estado de Pernambuco criou a Universidade do Recife, que incluiu Odontologia e Farmácia na categoria de Escolas Anexas à Faculdade de Medicina da Universidade do Recife. Em 1949 foi a Universidade federalizada.

Em 1954, a antiga Cátedra de Bioquímica da Faculdade de Medicina integrou os laboratórios de práticas visando o início das pesquisas científicas, sendo criado um órgão transitório denominado Instituto de Investigações Bioquímicas, anexo à Cátedra.

Em 12 de junho de 1958, os cursos de Farmácia e de Odontologia da Faculdade de Medicina transformaram-se em unidades universitárias autônomas, denominadas de Faculdade de Farmácia da Universidade do Recife e Faculdade de Odontologia da Universidade do Recife, modificando-se tais denominações quando, em 1965, transformou-se a Universidade do Recife em Universidade Federal de Pernambuco e, em agosto de 1975, com a nova estrutura universitária, foi criado o Centro de Ciências da Saúde e a implantado o sistema de departamentos de ensino integrado com o desmembramento das antigas escolas e faculdades em departamentos do Centro de Ciências da Saúde da Universidade Federal de Pernambuco.

Departamentos[editar | editar código-fonte]

  • Cirurgia
  • Ciências Farmacêuticas
  • Clínica e Odontologia Preventiva
  • Prótese e Cirurgia Buco Facial
  • Educação Física
  • Enfermagem
  • Fisioterapia
  • Materno Infantil
  • Medicina Clínica
  • Medicina Social
  • Medicina Tropical
  • Neuropsiquiatria
  • Nutrição
Fundado em 1956, foi inicialmente designado Instituto de Fisiologia e Nutrição da Faculdade de Medicina do Recife. Visava, principalmente, ao estudo da problemática nutricional no Nordeste. Em 1957, foi criado o Curso de Nutricionistas (atual Graduação em Nutrição da UFPE), pelo professor Nelson Chaves. Com a reestruturação da Universidade, em 1975, o já denominado Departamento de Nutrição passou a integrar o Centro de Ciências da Saúde.
O mestrado em Nutrição, igualmente implantado pelo professor Nelson Chaves, foi fundado em 1971. Após sua consolidação, o doutorado teve início em 1991. As áreas de concentração das pesquisas são as Bases Experimentais da Nutrição, a Ciência dos Alimentos e a Nutrição em Saúde Pública. Hoje, a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes) classifica o Programa de Pós-Graduação em Nutrição da UFPE no nível quatro.
  • Patologia
  • Terapia Ocupacional

Cursos[editar | editar código-fonte]

Graduação[editar | editar código-fonte]

  • Educação Física
  • Enfermagem
  • Farmácia
  • Fisioterapia
  • Fonoaudiologia
  • Medicina
  • Nutrição
  • Odontologia
  • Terapia Ocupacional

Pós-Graduação[editar | editar código-fonte]

Curso Mestrado Doutorado
Anatomia Patológica
X
Ciências Farmacêuticas
X
X
Cirurgia
X
X
Medicina Tropical
X
X
Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento
X
X
Nutrição
X
X
Odontologia
X
Saúde Coletiva
X
Saúde da Criança e do Adolescente
X
X
Saúde do Adulto e do Idoso
X
Ícone de esboço Este artigo sobre educação ou sobre um educador é um esboço relacionado ao Projeto Ciências Sociais. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.