Centro de Linguística da Universidade de Lisboa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Searchtool.svg
Esta página foi marcada para revisão, devido a incoerências e/ou dados de confiabilidade duvidosa (desde dezembro de 2009). Se tem algum conhecimento sobre o tema, por favor, verifique e melhore a coerência e o rigor deste artigo.
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde dezembro de 2009)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.

O Centro de Linguística da Universidade de Lisboa (CLUL), é uma unidade de investigação e desenvolvimento da Universidade de Lisboa, relacionada com a área da linguística.

Herdeiro do antigo Centro de Estudos Filológicos (criado em 1932 e dependente do Instituto de Alta Cultura), adoptou a actual designação em 1976, quando passou a ser tutelado pelo Instituto Nacional de Investigação Científica (INIC). Após a extinção deste instituto, passou a ser tutelado pela Reitoria da Universidade, e depois pela sua Faculdade de Letras. Em 2007, incorporou outra unidade relacionada com os estudos linguísticos, o Onset-Centro de Estudos da Linguagem.

Tem tido no seu corpo de investigadores importantes figuras da literatura e da cultura portuguesa, como Manuel de Paiva Boléo (autor de obras sobre a dialectologia e a história da língua portuguesa) ou Luís Filipe Lindley Cintra.

Publica esporadicamente a revista científica Boletim de Filologia.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Wiki letter w.svg Este artigo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o. Editor: considere marcar com um esboço mais específico.