Cercopithecinae

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaCercopithecinae
Mandril.jpg

Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Primates
Superfamília: Cercopithecoidea
Família: Cercopithecidae
Subfamília: Cercopithecinae
Gray, 1821
Gêneros

Cercopithecinae é uma subfamília dos macacos do velho mundo, que inclui 71 espécies como os babuínos. A maioria dos macacos dessa subfamília encontra-se limitada a África sub-saariana, embora também se encontre espécies desde das partes mais a leste da Ásia passando pelo norte da África e chegando até a Gibraltar.

As várias espécies são adaptadas a diferentes terrenos que habitam. As espécies arbóreas têm corpo fino, delicado e têm uma cauda longa, enquanto que as terrestres são mais troncudas. Quanto às caudas, quando as possuem é uma cauda menor que as espécies arbóreas. Todas as espécies tem dedões bem desenvolvidos. Ao contrário da outra subfamília de macacos do velho mundo, a Colobinae, possuem bochechas.

Esses macacos são diúrnos e vivem em grupos. Vivem em todos os tipos de terreno e clima, desde montanhas frias a florestas tropicais, savanas, áreas rochosas ou até montanhas nevadas, como os Macaca fuscata (macaco-japonês) do Japão.

A maioria das espécies é onívora com dietas variando entre frutas, folhas, sementes, botões (flores), cogumelos, insetos, aranhas e pequenos vertebrados.

A gestação dura aproximadamente de seis a sete meses. Os macacos dessa subfamília são considerados jovens de 3 a 12 meses e atingem a maturidade completa entre os 3 e 5 anos. A expectativa de vida de algumas espécies pode chegar aos 50 anos.

Classificação[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Macacos do Velho Mundo ou Hominoidea, integrado ao WikiProjeto Primatas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.