Cesar Chavez

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Nuvola apps important square.svg
Este artigo ou seção foi marcado como controverso devido às disputas sobre o seu conteúdo.
Por favor tente chegar a um consenso na página de discussão antes de fazer alterações ao artigo.
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde maio de 2012). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)

Cesar Estrada Chavez (13 de Março de 1927 – 23 de Abril de 1993), foi um activista dos direitos civis e líder sindicalista mexicano.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Cesar Chavez


Cesar Chavez organizava trabalhadores rurais, ele os desafiava a dizer "Si, se puede" (Sim, é possível) quando não sabiam vencer um determinado obstáculo. Hoje diga "Sim, é possível", mesmo que você não saiba como chegar a seu objetivo. Tenha fé e diga: Sim, é possível, até que encontre o caminho.

O trabalhador agrícola, líder sindical e ativista pelos direitos civis americano de ascendência mexicana, César Chávez, conseguiu melhores condições para os trabalhadores agrícolas. Nascido na fazenda da sua família perto de Yuma, Arizona, Chávez testemunhou as duras condições que suportavam os trabalhadores do campo. Os trabalhadores eram rotineiramente explorados pelos seus patrões, com frequência sem pagamento, vivendo em barracos em intercâmbio pelo seu trabalho, sem instalações médicas nem outras instalações básicas. Sem uma voz unida não tinham meio algum de melhorar a sua posição. Chávez mudou isso quando dedicou a sua vida a conseguir reconhecimento dos direitos dos trabalhadores agrícolas, inspirando e organizando–os na Associação Nacional de Trabalhadores do Campo, que mais tarde se converteu em Trabalhadores Agrícolas Unidos. Através de marchas, greves e boicotes, Chávez forçou os empregadores a pagar salários adequados e proporcionar outros benefícios e foi responsável por legislação que instituía a primeira Carta de Direitos para os trabalhadores da agricultura. Pela sua dedicação à justiça social e a sua dedicação de toda a sua vida a melhorar as vidas dos seus semelhantes, Chávez foi reconhecido de forma póstuma com a honra civil mais elevada, a Medalha Presidencial da Liberdade.